Após se recuperar, Wesley quer muito jogar e destaca felicidade no Palmeiras

  • Por Jovem Pan
  • 25/03/2014 18h18

O volante Wesley ficou satisfeito com o ano de 2013 e já mira o centenário do Verdão

Folhapress Wesley treina no CT da Barra Funda

Depois de ficar fora das últimas partida do Palmeiras, já que estava se recuperando de uma lesão na coxa direita, Wesley não vê a hora de retornar ao time. O volante, entretanto, destaca que era a hora de fazer uma pausa e cuidar de sua saúde para voltar em boa forma.

► Confira a tabela do Campeonato Paulista

“Foi complicado, mas nós entramos em um consenso, eu precisava disso. Tive de parar para ficar 100%. Por mais que a vontade fosse grande, foi tudo pensado e estou novo em folha. Estou bem tranquilo. A preparação física é de grande importância, mas não fiquei parado, me senti muito bem no jogo-treino de ontem (segunda-feira). Estou à disposição, quero muito jogar”, disse.

Segundo Wesley, o ambiente no clube de Palestra Itália o faz sentir-se em casa e, desta forma, ele está gostando muito de trabalhar.

“É muito bom estar em um lugar onde a gente se sente bem, isso não tem preço que pague. O meu filho está uma figura e está gostando a cada dia mais daqui. Isso também pesa, mas sei que o futebol é dinâmico e nunca se sabe o que acontecerá. Estou muito feliz aqui. A minha família está adaptada e resgatei o meu futebol. Quero dar continuidade”, declarou o meio-campista.

Por fim, Wesley também pediu cautela ao Palmeiras para o duelo contra o Bragantino, pelas quartas de final do Paulistão, que será realizado nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília).

“Eles estão fazendo um ótimo campeonato, sabemos da qualidade e das características deles. O futebol paulista proporciona isso. Temos de saber administrar qualquer situação para sair vitorioso. A gente sabe da dificuldade que encontraremos daqui para a frente porque é uma fase final, na qual zera tudo. O futebol é feito de detalhes, e temos de estar cientes com relação a isso”, falou. “Quando a gente entra nesta nova fase, temos de ter a atenção redobrada, temos de estar muito atentos. Não que nas outras partidas nós não estávamos, mas agora é completamente diferente. Temos de ter muita concentração para os perigos não acontecerem”, finalizou Wesley.