Após soco em atacante chileno, Rodrigo Paiva pega suspensão de quatro jogos

  • Por Jovem Pan
  • 05/07/2014 20h31

Rodrigo PaivaRodrigo Paiva

Depois do incidente no qual o assessor de imprensa da Seleção Brasileira, Rodrigo Paiva, deu um soco no atacante Pinilla, na partida do Brasil contra o Chile, válida pelas oitavas de final, a Fifa divulgou seu veredito neste sábado (5) e puniu Paiva com quatro jogos de suspensão. Além disso, uma multa de quase R$ 25 mil terá que ser paga.

A entidade máxima do futebol mundial enquadrou o assessor no artigo 48 do Código Disciplinar da Fifa. A primeira suspensão automática foi cumprida no dia 4 de julho, em duelo do Brasil contra a Colômbia, nas quartas de final, e as próximas duas suspensões terão que ser cumpridas nas duas partidas seguintes da Seleção Brasileira na Copa: a semifinal e a final ou a decisão de terceiro lugar. Já a quarta suspensão, como afirmou a Fifa em nota, “somente será aplicada no caso de Rodrigo Santos Paiva cometer uma nova infração durante o período condicional de dois anos, que ele deverá observar a partir de agora”.

A Fifa ressalta ainda que “caso a quarta suspensão seja aplicada, esta será cumprida independentemente de qualquer sanção determinada em decorrência da nova infração cometida durante o período condicional”.

A decisão tomada pela Fifa já foi comunicada oficialmente para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e entra em vigor de forma imediata.