Após vitória e jogo de volta eliminado, Mano fala em ócio produtivo

  • Por Jovem Pan
  • 20/03/2014 08h04

O técnico Mano Menezes não se mostrou nem um pouco contente com sua passagem pela Seleção

Mano Menezes em entrevista coletiva de apresentação

O Corinthians eliminou a partida de volta da Copa do Brasil ao vencer o Bahia de Feira de Santana por 2 a 0 e tirou o que poderia ser mais uma chance de atuar antes da estreia no Brasileirão, já que está eliminado no Campeonato Paulista.

► Confira a tabela da Copa do Brasil 2014

O alvinegro entra em campo neste domingo no último jogo da primeira fase do Paulistão, para cumprir tabela contra o Atlético Sorocaba, às 16h, e depois só voltará a campo em 20 de abril, para enfrentar o Atlético-MG, já pelo nacional.

Sem Guilherme e Cléber, suspensos, Mano afirmou que deve usar o time titular, e que jogará para ganhar. Sobre o período parado, o treinador espera melhorar a produção técnica com muito treinamento, mas espera por jogos treinos também. “Faremos um ócio produtivo”, garantiu.

Mano avaliou positivamente o desempenho do time nesta quarta-feira, e afirmou que o presente foi vencer e eliminar a partida de volta. “A gente veio para jogar o jogo. Sabíamos da dificuldade do campo, preparamos a equipe para isso, marcamos na primeira etapa e no segundo tempo fomos superiores, premiados com o gol que nos deu a possibilidade de eliminar a partida de volta, o que é bom para nós”.

O treinador elogiou Renato Augusto e Jadson, que pela primeira vez iniciaram juntos uma partida, mas disse que o gramado prejudicou a atuação deles. “Eles vão melhorar com a repetição, mas hoje foram prejudicados pelo gramado, já que jogam com um, dois toques, não pode ficar olhando a bola. E num campo como esse às vezes tem que esfaqueá-la pra dominar, mas como são jogadores de qualidade superaram isso”.

Luciano, autor dos dois gols da partida, também ganhou destaque, e Mano deu a entender que não irá tirá-lo do time. “A gente precisa respeitar a produção de dentro de campo. Luciano desde que chegou passa por momento especial, seis gols em curto espaço de tempo é difícil. Mas ele é premiado pela dedicação, acima de tudo, e a sorte costuma brindar aqueles que são bem dedicados. A equipe também tem mérito de botar a bola para ele fazer os gols”.