Após vitória no Paulistão, Tite foca Libertadores e confirma Danilo no ataque

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2015 08h10

Técnico pode dar chances aos jovens da baseTite trabalha elenco sob pressão para decisão contra o Once Caldas

A vitória do Corinthians por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim, neste domingo, na Arena Corinthians, deu ao Timão a liderança do grupo 2 com 16 pontos e uma partida a menos e motivação para enfrentar o San Lorenzo, quarta-feira, na Argentina, pela 2ª rodada da Libertadores.

Após a partida, o técnico Tite concedeu entrevista coletiva e comentou sobre as dificuldades que a equipe sofreu na primeira etapa contra o Mogi, a importância de Danilo e os desfalques para o duelo no Nuevo Gasometro.

O treinador alvinegro destacou que o primeiro tempo de ontem, talvez, tenha sido o pior do ano. “Nos 12 jogos que fizemos este primeiro tempo foi o que mais oscilou. Estávamos jogando com dois atacantes e a coordenação dos movimentos que antecedem as conclusões não estava acontecendo. Em alguns momentos até criamos oportunidades, mas faltou volume”.

O comandante corinthiano também comentou sobre Danilo. “Trouxemos o time para uma organização que sabemos melhor, ou seja, trabalhar com um meia. O time cresceu no segundo tempo, porém o time tecnicamente precisava crescer, em relação ao primeiro tempo”.

Para quarta-feira, Tite explica sobre Uendel, que deve jogar quarta-feira, assim como Danilo. “Uendel não participou da partida para que possa jogar quarta-feira. Em compensação, o Mendoza deu uma boa resposta acima do que eu imaginava. Na frente, eu ainda vou aguardar, mas a tendência é manter o Danilo. Ele está produzindo, ele vai jogar. Ele está confirmado e pode jogar nas duas posições”.