Apresentado, Kieza promete lutar para substituir Luis Fabiano no São Paulo

  • Por Agência Estado
  • 22/01/2016 12h35
SP - FUTEBOL/TREINO - ESPORTES - Apresentação do jogador Kieza como novo reforço do São Paulo pelo diretor de futebol do clube, Gustavo Vieira, durante coletiva realizada na sala de imprensa do CT da Barra Funda, na Zona Oeste da capital paulista, nesta sexta-feira. 22/01/2016 - Foto: MISTER SHADOW/ESTADÃO CONTEÚDONovo centroavante tricolor

O São Paulo apresentou nesta sexta-feira o novo “dono” da camisa 9, utilizada até ano passado por Luis Fabiano. Agora quem vai utilizar o número é Kieza, atacante que reconheceu a dificuldade de substituir o terceiro maior artilheiro da história do clube e admitiu que neste primeiro momento no novo time, ainda terá de brigar para conquistar o espaço como titular do técnico Edgardo Bauza.

O jogador pertencia ao Shangai Shenxin, da China, e estava emprestado ao Bahia, onde marcou 29 gols no ano passado. Kieza foi contratado por R$ 4 milhões e assinou vínculo por três temporadas. O diretor executivo de futebol do São Paulo, Gustavo Oliveira, explicou que as saídas de Alexandre Pato e Luis Fabiano motivaram a busca por alguém para atuar no setor ofensivo. 

“Temos o desafio de recompor o elenco nas características e nas posições que perdemos atletas no ano passado. Saíram dois jogadores fazedores de gol. Nesse sentido, Kieza chega em um bom momento, com um espaço para ser conquistado”, disse o dirigente

Kieza treina com o elenco desde a última semana e afirmou estar preparado para comparações aos dois antigos atacantes do São Paulo. Juntos, Pato e Luis Fabiano fizeram 40 gols em 2015. “A gente sabe da dificuldade, que serei muito cobrado. Vou buscar meu espaço da minha forma, da minha maneira”, comentou. O reforço disse que não vai estipular meta de gols, tendo o objetivo primordial de ajudar o time.

O atacante de 29 anos teve passagens por Fluminense, Cruzeiro e Náutico. Ficou no Bahia durante um ano e meio e terminou a última temporada como vice-artilheiro da Série B, com 14 gols. “Sei que tenho uma responsabilidade muito grande. Sei que essa camisa o Luis Fabiano honrou com muitos gols, esperamos conquistar nosso espaço da nossa maneira, com o tempo”, afirmou o atleta, que disse gostar de atuar tanto centralizado como no papel de segundo atacante.

Kieza comemorou poder reencontrar no São Paulo o atacante Rogério, antigo colega de Náutico. Os dois ainda devem ganhar a concorrência na posição de Jonathan Calleri, argentino ex-Boca Juniors que deve chegar ao clube em breve por empréstimo de seis meses. Bauza até agora tem apostado em Alan Kardec e Centurión como titulares do time.