“As possibilidades estão aí e essa é minha esperança”, diz Falcao sobre Copa

  • Por Agência EFE
  • 27/01/2014 18h28

Depois de lesionar joelhoFalcao Garcia em hospital

O atacante colombiano do Monaco, Falcao García, que passou por uma cirurgia bem sucedida no sábado por conta de uma lesão no ligamento anterior cruzado esquerdo, no Porto, disse nesta segunda-feira que ainda tem esperanças de disputar a Copa do Mundo do Brasil.

“As possibilidades estão aí e essa é a minha esperança”, manifestou a estrela da seleção da Colômbia em entrevista coletiva realizada no hospital Ordem da Trindade do Porto, no qual foi operado pelo prestigiado cirurgião José Carlos Noronha.

Com aparência tranquila, o jogador, de 27 anos, reconheceu que ficou impressionado ao ver sua lesão novamente, em um encontro da Copa da França, mas ressaltou que se sente muito animado.

“O que tinha que ter chorado, já chorei. Estou muito animado e mentalizado, com excelente disposição”, acrescentou.

Além disso, o ex-atacante do Porto e do Atlético de Madrid falou que vai trabalhar sem pressa, apesar do Mundial começar em 12 de junho -a menos de seis meses- mesmo tempo de recuperação estipulado para seu tipo de lesão.

“Trato de não pensar daqui a três ou quatro meses, tento me estabilizar no dia a dia. Não posso pular protocolos, prazos e tempos”, ressaltou.

O atacante assumiu que a grave lesão aconteceu “em um momento importantíssimo” de sua carreira, agravado pela proximidade do Mundial do Brasil.

“Tento aproveitar ao máximo para aprender e crescer como pessoa”, disse Falcao, que previu que este episódio o “deixará mais forte”.

O momento da lesão foi lembrado pelo jogador. “Eu vi a lesão, analisei. No momento que aconteceu eu senti que algo tinha acontecido. Tratei de não olhar mais porque me deixa muito impressionado”, relatou.

Mas são “situações que no futebol não podem controlar”, admitiu, enquanto pediu por falar mais sobre o assunto, pois “é algo que não se pode resolver”.

No sábado, o cirurgião Noronha sustentou que tem “fé” de que Falcao possa estar no Mundial.

“Mantenho a fé de que ele esteja no Mundial, apesar de ser uma fé com letra minúscula… Vamos acompanhando porque vai depender de várias coisas”, afirmou em declarações aos jornalistas.

O atacante agradeceu, além disso, o apoio recebido desde que se lesionou.

Falcao chegou a ser visitado no hospital pelo próprio presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, que fez uma escala no Porto em sua rota de volta desde Davos (Suíça) até Bogotá.

O presidente do Porto, Nuno Pinto da Costa, também visitou o jogador, que foi estrela do clube da cidade portuguesa entre 2009 e 2011.