Associação Paraguaia isenta Amarilla de culpa e árbitro está liberado para apitar

  • Por Jovem Pan
  • 10/07/2015 12h58
Acusado de ajudar o Boca Juniors contra o Corinthians em 2013

Envolvido no escândalo que cerca o jogo entre Corinthians e Boca Juniors, na Libertadores de 2013, o árbitro Carlos Amarilla está livre para voltar a apitar partidas de futebol. Na noite da última quinta-feira (10), a Comissão de Árbitros da Associação Paraguaia de Futebol liberou o árbitro para voltar a trabalhar em jogos no país.

Além de Amarilla, os auxiliares  Rodney Aquino e Carlos Cáceres, que completaram o trio de arbitragem na partida disputada no Pacaembu, e que assim como o árbitro, estavam afastados pela Associação Paraguaia, também foram liberados para voltar aos gramados.

Em comunicado, a Comissão de Árbitros isenta o trio de qualquer suspeita e mostra confiança na idoneidade dos profissionais: “a Comissão de Árbitros reitera a confiança na honra e na trajetória dos árbitros mencionados. Dignidade não foi afetada pela determinação administrativa anterior”.