Associação pede que imprensa “respeite” privacidade da família de Schumacher

  • Por Agencia EFE
  • 07/01/2014 11h20
Michael Schumacher

A Associação de Imprensa alemã (DJV) pediu nesta terça-feira que os meios de comunicação “se comportem corretamente” na cobertura do acidente de Michael Schumacher e lembrou os repetidos pedidos da família do ex-piloto de Fórmula 1 para que respeitem o momento de privacidade.

O código de ética do Conselho da Imprensa alemã impõe o “respeito a dor das vítimas e os sentimentos de seus parentes”, disse o presidente da DJV, Michael Konken, em comunicado divulgado hoje.

Esta premissa deve ser observada também “quando a vítima é um personagem público”, prossegue o texto.

A esposa de Schumacher, Corinna, fez um pedido hoje aos meios de comunicação para que deixem o hospital de Grenoble, onde seu marido foi internado no dia 29 após sofrer um grave acidente quando esquiava na estação de Méribel, nos Alpes franceses.

A família do Schumacher agradeceu repetidamente as amostras de apoio recebidas de companheiros de profissão, resto do âmbito esportivo e político, assim como de torcedores comuns, mas ao mesmo pediu respeito e privacidade.

O hospital de Grenoble, por sua parte, tratou de tentar manter os meios de comunicação longe, cuja presença chega a criar obstáculos para o trabalho do centro médico.

A porta-voz de Schumacher, Sabine Kehm, tratou de canalizar os contatos com a imprensa, com comunicados e declarações quase diárias, ao mesmo tempo em que disse que não haverá novas entrevistas coletivas enquanto não houver mudanças relevantes em seu estado.

Schumacher se encontra “estável”, mas seu estado continua sendo “crítico”, apontaram ontem os médicos que o tratam em Grenoble, através de um comunicado.

O centro médico disse que, por respeito a sua intimidade, não detalham no que consiste o tratamento que recebe.

A Promotoria francesa anunciou para a próxima quarta-feira, às 11h local (8h, em Brasília), uma entrevista coletiva para apresentar o avanço de suas investigações sobre o acidente.

Schumacher se acidentou ao cair quando esquiava com seu filho e vários amigos em Méribel e bater a cabeça em uma pedra.

No capacete com o qual esquiava, que quebrou por conta do choque, havia uma câmera que, após uns dias, a família entregou aos gendarmes que dirigem as investigações.

O acidente foi gravado de forma casual por um alemão que também estava esquiando na mesma zona.