Audax fascina até Zico: “joga um futebol que todo mundo gosta”

  • Por Jovem Pan
  • 04/05/2016 17h54
No dia de seu aniversário de 63 anos

Sensação do futebol brasileiro neste primeiro semestre de 2016, o Grêmio Osasco Audax tem um fã um tanto quanto especial. Trata-se de Arthur Antunes Coimbra. Um dos maiores jogadores da história do País pentacampeão mundial de futebol, o agora comentarista Zico revelou estar encantado com o estilo do finalista do Campeonato Paulista. 

Em entrevista exclusiva a Wanderley Nogueira para o Plantão de Domingo, da Rádio Jovem Pan, Zico contou que é um admirador do futebol praticado pela equipe de Osasco. O fato de os comandados por Fernando Diniz jogarem com a bola no pé, trocarem de posição de forma tão natural e atuarem com tamanha intensidade durante 90 minutos tem fascinado o principal ícone da Seleção Brasileira de 1982 – símbolo do tão reverenciado jogo bonito. 

Audax é um time que está jogando muito bem, bonito e sendo eficiente… Para falar a verdade, ele está jogando um futebol que todo mundo gosta de ver, de apreciar… Não é nenhum exagero considerá-lo uma sensação do futebol brasileiro, porque está mostrando toda esta qualidade com resultado, afirmou o maior ídolo da história do Flamengo. 

Zico ainda foi além: para ele, a filosofia do técnico Fernando Diniz daria muito certo um clube da elite nacional. “Se um time grande, que, teoricamente, tem jogadores mais qualificados que o Audax, adotar um estilo destes, a tendência é ser ainda melhor. O importante no futebol é você treinar, ser um bom profissional, mas também ser corajoso, audacioso. Este estilo em uma grande equipe poderia fazê-la ganhar campeonatos até com mais facilidade, argumentou. 

Apesar disto, contudo, Zico não acredita que o Audax seja o favorito a conquistar o título estadual. O Galinho aposta que o Santos, que não perde dentro de casa desde o meio do ano passado, tem mais chances de faturar a taça – como o jogo de ida terminou com empate por 1 a 1, em Osasco, quem vencer na Baixada vai se sagrar campeão paulista. 

“A meu ver, é lógico que o Santos, por estar em casa e ter um grande retrospecto na Vila Belmiro, tem um ligeiro favoritismo. Eu arriscaria uns 55% contra 45%. E só por causa do histórico do Santos na Vila. Mas eu não afasto em nada a possibilidade de o Audax ser campeão paulistaVai ser uma decisão muito aberta, pelo que estas duas equipes vêm fazendo. Gosto muito da forma como os dois treinadores trabalham. Eles não abdicam de suas filosofias. Tem tudo para ser uma final das mais eletrizantes e bem jogadas dos últimos tempos”, decretou Zico.