Autor de primeiro gol contra Ponte, Eguren elogia poder de reação do Palmeiras

  • Por Jovem Pan
  • 17/03/2014 19h07
SÃO PAULO, SP - 28.11.2013: TREINO/PALMEIRAS - Eguren concede entrevista coletiva antes do treino do Palmeiras, realizada na Academia de Futebol, no bairro da Barra Funda, zona oeste da capital paulista, nesta quinta-feira. A equipe pega a Chapecoense na Arena Condá, no sábado, pela última rodada da Série B do Brasileiro. (Foto: Marcelo Brammer/Brazil Photo Press/Folhapress)Eguren faz caras e bocas durante entrevista concedida na Academia de Futebol

No último sábado (15), o Palmeiras conquistou sua 14ª vitória no Campeonato Paulista ao derrotar a Ponte Preta, no Pacaembu, pelo placar de 3 a 2, e o volante Eguren foi o responsável pelo primeiro gol da equipe alviverde, que saiu perdendo por 1 a 0.

O duelo foi bastante complicado, já que depois do 1 a 1, o Palmeiras virou com gol de Alan Kardec, mas ainda tomou o empate e teve que ir buscar, com gol marcado por Mendieta, que assegurou mais três pontos ao clube de Palestra Itália.

O confronto foi o terceiro que a equipe comandada pelo técnico Gilson Kleina venceu depois de sair atrás no placar (os outros dois foram contra Linense, na estreia, e contra o Atlético Sorocaba). Assim, o uruguaio não deixou de elogiar a postura do Palmeiras nos jogos.

“O Palmeiras tem demonstrado muito esse poder de superação, virando alguns jogos. No sábado foi assim, nosso time deu tudo em campo e conseguimos o resultado. Já havia acontecido outras vezes no ano passado”, disse Eguren.

O meio-campista também falou sobre a comemoração do gol no duelo contra o time campineiro.

“A primeira coisa que fiz, como sempre, foi gritar gol e vibrar bastante. Como minha família estava assistindo ao jogo, dediquei a eles, já que vinham me cobrando há algum tempo, especialmente meus filhos. Sempre falavam de Alan Kardec, Leandro e pediam para eu fazer um gol logo. Fiz”, finalizou o uruguaio, que chegou ao clube no ano passado e, em 20 partidas, marcou três gols.

O Palmeiras agora se prepara para o clássico do próximo domingo (23), às 16h (de Brasília), contra o Santos, na Vila Belmiro. O time paulistano joga por uma vitória ou um empate para garantir a melhor campanha da primeira fase e, consequentemente, ter o mando de campo durante toda a fase de mata-mata.