Avianca também anuncia teto máximo para passagens durante Copa

  • Por Agencia EFE
  • 14/01/2014 15h06

São Paulo, 14 jan (EFE).- A Avianca foi a segunda companhia aérea a anunciar um teto máximo de R$ 999 para os preços de suas passagens antes e durante a Copa do Mundo de 2014, anunciou nesta terça-feira a empresa.

“Ninguém vai pagar mais de R$ 1 mil para voar pela Avianca de fevereiro a julho”, afirmou presidente da companhia colombiana, José Efromovich.

A Azul anunciou na semana passada a mesma medida, após o governo brasileiro admitir a possibilidade de autorizar companhias aéreas estrangeiras a operar voos internos com o objetivo de aumentar a competitividade e evitar preços abusivos.

“Quando a concorrência faz algo bom temos que celebrar, e para celebrar então teremos que melhorar essa oferta”, afirmou Efromovich.

A média atual do preço das passagens da Avianca varia entre R$ 240 e R$ 360, valor que aumenta em datas comemorativas como Carnaval, Semana Santa e Dia das Mães, segundo a empresa.

O empresário disse que “os preços não vão aumentar por causa do teto” e esclareceu que a proibição de um aumento acima de R$ 999 só vale para o período entre 1º de fevereiro e 31 de julho.

Avianca Brasil espera terminar 2014 com uma frota de 39 aviões, atuando em 26 aeroportos e com 230 voos diários.

Para atender a demanda, a companhia aérea substituirá os aviões Focker MK28, com capacidade para 100 passageiros, pelos Airbus, de 174 assentos. EFE