Barco dinamarquês é recuperado e tem chance de continuar na Volvo Ocean Race

  • Por Agencia EFE
  • 23/12/2014 14h28

Redação Central, 23 dez (EFE).- O Team Vestas Wind, barco dinamarquês que participava da Volvo Ocean Race e que em 29 de novembro encalhou no arquipélago de St. Brandon, em Ilhas Maurício, foi recuperado e tem chances de voltar à competição.

Após três dias de trabalhos, a embarcação foi flutuada e tirada do recife e depois içada a um navio mercante. Depois, foi transportada até Port-Louis, de onde será levado à Malásia e, depois, à Europa. É a segunda etapa de uma operação que poderia acabar com a reconstrução do Vestas Wind na Itália.

O chefe em solo da equipe, Neil Cox, e o capitão Chris Nicholson supervisionaram os trabalhos de recuperação do veleiro. O diretor de operações da Volvo Ocean Race, Tom Touber, por sua vez, destacou que o resgate foi possível graças a um cuidadoso planejamento que estudou várias possibilidades.

“O plano pelo qual nos inclinamos, que era tirar o barco tão intacto quanto fosse possível, funcionou”, comemorou Touber. “Tanto para nós quanto para os patrocinadores do barco, Vestas e Powerhouse, era fundamental deixar o meio ambiente como encontramos nesta parte do mundo”, acrescentou. EFE