Base de Portugal na Copa, CT da Ponte Preta ainda é grande canteiro de obras

  • Por Agencia EFE
  • 17/04/2014 19h45
CT da Ponte Preta vai abrir Portugal na Copa

A 55 dias da Copa do Mundo, o centro de treinamento da Ponte Preta, em que treinará a seleção de Portugal, continua sendo um enorme canteiro de obras, repleto de barro e tijolo, embora os responsáveis garantam que o local estará pronto a tempo para receber Cristiano Ronaldo e companhia.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) solicitou em janeiro a remodelação completa do CT, do clube campineiro, para poder realizar as atividades mais reservadas. O estádio Moisés Lucarelli foi descartado como sede de todos os treinos, justamente, pela falta de privacidade, devido aos altos edifícios em seu entorno.

A instalação, então, começou a ser reformada poucas semanas depois que a seleção anunciou que se hospedaria em Campinas. O local contará com um campo de futebol, uma área reservada para jornalistas, ginásio, spa, sala de reunião, centro de fisioterapia e vestiários.

Parte da estrutura, no entanto, ainda não saiu do papel. Por enquanto, só se vê paredes e um campo de terra alagado em alguns pontos, consequência da chuva que caiu pouco antes da visita da equipe da Agência Efe.

Apesar da desconfiança pela situação em que se encontram as obras, Dicá, ídolo da Ponte Preta e hoje assessor da prefeitura de Campinas, garantiu a entrega do CT antes da chegada da seleção portuguesa, prevista para o dia 11 de junho.

“Está tudo em fase final, por isso que a preocupação já diminuiu bastante. O que mais nos preocupava era o nivelamento de terras, que já foi refeito”, disse o ex-jogador.

Segundo Dicá, Campinas tem enviado semanalmente um relatório a Portugal e para a Fifa, a fim de relatar o andamento das obras. Segundo o assessor da prefeitura, o próximo passo é a instalação do gramado.

“A preocupação não é o tempo, porque há bastante para a reforma. O importante é a qualidade”, acrescentou.

Ao contrário do CT do Cruzeiro, em Belo Horizonte, que será utilizado pela seleção chilena, o “quartel-general” de Portugal não conta com área de hospedagem, nem de lazer.

Por conta disso, os compatriotas de CR7 dormirão no luxuoso Hotel Royal Palm Plaza Resort, que fica a cinco quilômetros do Moisés Lucarelli e a 10 do CT.

Para preservar a privacidade dos jogadores, haverá uma área do hotel reservada para o uso exclusivo da delegação. No entanto, a piscina ao ar livre e outras áreas de lazer, serão compartilhadas com os outros hóspedes.

O luxuoso hotel está equipado um spa, que inclui duas piscinas, sauna, hidromassagem, barbearia, ginásio, capela, salão de jogos, campo de futebol, quatro quadras de tênis, serviço de fisioterapia e cinco restaurantes.

Portugal ainda fará dois treinos no Moisés Lucarelli nos dias 12 e 18 de junho, que serão abertos para, aproximadamente, 12 mil pessoas.

“Os torcedores da Ponte Preta estão eufóricos com a chegada da seleção portuguesa e, principalmente, de Cristiano Ronaldo, atual melhor do mundo”, garantiu o administrador do estádio, Elias Rodrigues.

Portugal, que está no Grupo G da Copa do Mundo, fará sua estreia contra a Alemanha, no 16 de junho, em Salvador. Depois, enfrentará os Estados Unidos, no dia 22 de junho, em Manaus, e fechará a primeira fase quatro dias depois, contra Gana, em Brasília.