Basquete brasileiro está evoluindo e pode vencer times da NBA, diz Varejão

  • Por Agência EFE
  • 09/10/2014 17h33

Para Anderson VarejãoVarejão em partida do Mundial de basquete

O pivô brasileiro Anderson Varejão disse nesta quinta-feira (9) que o basquete nacional vive um bom momento e já tem condições de obter sua primeira vitória sobre uma equipe da NBA.

No primeiro treino realizado pelo Cleveland Cavaliers no país, no ginásio Hélio Maurício, na sede do Flamengo, na Zona Sul do Rio de Janeiro, Varejão dividiu as atenções com o astro LeBron James, que retornou à equipe nesta temporada. A atividade faz parte da preparação para o duelo contra o Miami Heat, no sábado, às 18h, na HSBC Arena.

Varejão baseou sua análise na boa atuação da equipe do Flamengo, que enfrentou o Phoenix Suns, ontem, nos Estados Unidos. Os rubro-negros acabaram perdendo por 100 a 88, mas lideraram o placar em vários momentos da partida.

Mesmo empolgado com a atuação da equipe brasileira, Varejão admitiu que dormiu durante o terceiro quarto por causa do cansaço da viagem para o Rio de Janeiro.

“Chegamos de viagem cedinho, e infelizmente dormi. Mas o Flamengo está de parabéns desde os dois jogos contra o Maccabi (Tel Aviv). Foi campeão mundial e, agora, fez esse jogo contra o Phoenix. Jogou de igual para igual até o fim. Isso vem demonstrando que o basquetebol brasileiro está crescendo cada vez mais”, avaliou.

Varejão disse que uma vitória sobre uma franquia da NBA não é impossível.

“O Flamengo fez uma partida que, se jogasse um pouco melhor no último quarto, poderia ter vencido. Claro que se você analisar antes da partida, a equipe do Suns é melhor. Mas cada jogo é uma história, e tudo pode acontecer”, afirmou o pivô do Suns.

O brasileiro também acredita que o confronto do sábado contra o Heat será o mais esperado da pré-temporada, principalmente porque a partida reunirá uma série de estrelas da NBA, como Dwyane Wade, Chris Bosh, Kyrie Irving e Kevin Love. No entanto, ele minimizou a rivalidade entre LeBron e seu ex-time.

“Ele não fala sobre isso (o Miami). Só sobre o nosso potencial, do que a gente pode fazer. Podemos alcançar uma coisa especial para Cleveland nesta temporada”, disse o jogador, se referindo às expectativas da imprensa, que colocam o Cavaliers como um dos principais favoritos ao título da NBA.

Em caso de um possível título da liga americana, Varejão seria o segundo brasileiro a conquistar um dos anéis de campeão da NBA. O primeiro foi o também pivô Thiago Splitter, que venceu a última temporada com o San Antonio Spurs.

“Várias pessoas falam desse jogo porque querem ver como o Lebron vai se comportar contra o Heat. Mas ele vê a partida como mais uma, apenas uma preparação para a próxima temporada”, minimizou o brasileiro.

O pivô do Cavaliers também revelou que está realizando um sonho ao atuar no Brasil e treinar no Flamengo, seu clube de coração.

“É um momento especial para o basquete brasileiro e para mim. Vou lembrar disso pro resto da minha vida (…) É um sonho. Há dez anos, quando cheguei em Cleveland, jamais imaginava que isso poderia ocorrer”, comentou.

“Estar aqui (no Flamengo) é especial. Para quem saiu novo do Brasil como eu, com 19 anos, e não teve a oportunidade de jogar aqui, é sempre gostoso sentir um pouco do calor humano do nosso povo”.

Cavaliers e Heat voltam a treinar amanhã no ginásio Hélio Maurício. A equipe de Dwyane Wade realiza atividade às 10h. Mais tarde, às 14h, LeBron James e companhia fazem a preparação final antes do confronto de sábado.