Bauza admite deixar o São Paulo caso a diretoria não reforce o elenco

  • Por Jovem Pan
  • 18/07/2016 21h20
Brasil, São Paulo, SP, 23/12/2015. O treinador Edgardo Bauza é apresentado como novo técnico do São Paulo, no CT da Barra Funda, na zona oeste da capital paulista. - Crédito:FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Código imagem:190760Edgardo Bauza

Em entrevista ao programa argentino Gol de Vestuario, Edgardo Bauza admitiu deixar o São Paulo caso a diretoria não reforce o elenco. A janela de transferências para contratar atletas de fora do Brasil se encerra nesta terça-feira. A partir desta data, apenas jogadores que atuam no Brasil poderão ser contratados.

“Se não trouxerem os jogadores será muito difícil continuar, embora eles estejam tentando. Já falei com os dirigentes, se não temos jerarquia [palavra que não tem tradução para português, mas expressa algo como jogadores de peso] adiante será muito difícil”, disse. “Uma vez que finalizar o mercado, vamos analisar a nossa situação”, completou.

Nos últimos dias, Bauza viu Paulo Henrique Ganso ser vendido para o Sevilla e perdeu Jonathan Calleri, que permaneceu no elenco após a eliminação na Copa Libertadores e deve acertar com clube da Europa. Ala Kardec foi outro que também saiu do clube.

Limitado financeiramente, o São Paulo encontra dificuldades para contratar. O técnico argentino deseja um atacante para a continuidade da temporada até sondou Hernán Barcos, do Sporting. “Conversei com Barcos, mas a situação dele na Europa é complicada”, contou. 

Zaga reforçada

O São Paulo es´ta próximo de fechar com o zagueiro Douglas, do Dnipro, da Ucrânia. O clube já acertou com o atleta, mas aguarda a rescisão com o clube ucraniano para formalizar a contratação.