Belfort se pronuncia e diz que “foi obrigado a desistir” de luta contra Weidman

  • Por Jovem Pan
  • 28/02/2014 17h48
GOIÂNIA, GO - 08.11.2013: PESAGEM OFICIAL/UFC/GO - O lutador brasileiro de MMA, Vitor Belfort, durante a pesagem oficial que promove o UFC Fight Night, em Goiânia, que acontece no sábado (9). (Foto: Joel Rodrigues/Frame/Folhapress)Vitor Belfort posa para fotos durante pesagem desta sexta-feira

Depois de o Tratamento de Reposição de Testosterona (TRT) ser vetado no estado americano de Nevada e Vitor Belfort ter cedido lugar ao compatriota Lyoto Machida na luta contra Chris Weidman, que vale o cinturão dos pesos-médios, o ex-campeão dos pesos meio-médio e pesado do UFC rebateu as notícias que vem sendo veiculadas na imprensa.

Em pronunciamento nesta sexta-feira (28), Vitor Belfort fez questão de deixar claro que não desistiu da luta contra Chris Weidman, mas sim que “foi obrigado a desistir”.
Belfort ainda frisa que não desistiu da luta, mas sim que anunciou que estaria “desistindo do TRT”.

No pronunciamento, o lutador ainda informa que o UFC decidiu retirá-lo da luta contra Weidman e colocar outro oponente em seu lugar para que Vitor tenha tempo de se adaptar às novas determinações da NSAC (Nevada State Athletic Comission), a comissão atlética do estado americana de Nevada.

Segundo Belfort, ele vai enfrentar posteriormente o vencedor da luta entre Chris Weidman e Lyoto Machida.

Confira, na íntegra, o pronunciamento de Vitor Belfort:

“VITOR BELFORT NÃO DESISTIU DA LUTA, FOI OBRIGADO A DESISTIR

Nunca desisti de lutar no UFC 173 e nunca falei isso. Portanto, toda informação publicada em qualquer veículo de comunicação anunciando isso não é verdadeira.

O que anunciei foi que estarei “desistindo do TRT” e não “desistindo da luta” para continuar o meu sonho de lutar.

O UFC decidiu colocar outro oponente em meu lugar pelo fato de eu não ter tempo hábil de me adequar as novas regras da NSAC. Segundo o UFC, enfrentarei o vencedor de Weidman vs Lyotto dentro dos novos regulamentos de todas as Comissões Atléticas.

Lamento que isso tenha acontecido,e agradeço a força e compreensão de todos os fãs, patrocinadores, UFC e as próprias comissões atléticas”.