Benfica anuncia venda do goleiro Ederson ao Manchester City por R$ 145 milhões

  • Por Estadão Conteúdo
  • 01/06/2017 09h53
Goleiro Ederson conquistou quatro títulos com a camisa do Benfica

O Benfica anunciou nesta quinta-feira a venda do brasileiro Ederson ao Manchester City. O valor da negociação foi de 40 milhões de euros (cerca de R$ 145 milhões), o que a torna a segunda mais cara da história para um goleiro, atrás apenas da venda de Gianluigi Buffon do Parma para a Juventus, em 2001.

“O Benfica informa, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, que chegou a um acordo com o Manchester City para a venda a título definitivo dos direitos do atleta Ederson Santana de Moraes pelo montante de 40 milhões de euros”, comunicou o time português, que tem ações listadas na bolsa de valores. O clube inglês ainda não oficializou a contratação.

Revelado pelas categorias de base do São Paulo, Ederson se transferiu ainda juvenil para o Benfica e foi posteriormente emprestado para clubes de menor expressão em Portugal, como o Rio Ave.

Depois de retornar ao Benfica em 2015, o goleiro de 23 anos assumiu a titularidade durante esta temporada, foi um dos grandes destaques do time português e passou a ser, inclusive, convocado para a Seleção Brasileira – recentemente, ele foi chamado para os amistosos contra Austrália e Argentina, que serão disputados neste mês.

Ederson chega para resolver um dos grandes problemas do Manchester City desde a chegada de Pep Guardiola. Depois de descartar a permanência de Joe Hart, da seleção inglesa, o treinador insistiu na contratação de Claudio Bravo, ex-Barcelona, que teve uma temporada inconstante e não convenceu.

Esta é a segunda contratação do Manchester City para a próxima temporada. Após decepcionar em seu primeiro ano e não obter nenhum título, Guardiola indicou na última semana a chegada do português Bernardo Silva, jovem meio-campista de 22 anos que se destacou pelo Monaco.