Benfica retira cachecóis de rivais de estátua por causa de vandalismo

  • Por Jovem Pan
  • 07/01/2014 20h08
Confira imagens de último adeus a Eusébio

A morte de Eusébio provou que o jogador foi um ídolo de Portugal, independente do clube. Apesar de ter jogado a maior parte de sua carreira no Benfica, cachecóis do Porto e Sporting foram depositados na estátua da lenda, mas nem tudo é motivo de comemoração. Com medo de vandalismo, a diretoria do clube retirou tais objetos do local. 

A medida causou polêmica em Portugal, já que o ato deu a entender que a diretoria do clube não queria símbolos dos rivais em sua sede, mas de acondo com a diretoria, a ordem tem como objetivo evitar que torcedores mais exaltados roubem os cachecóis para “proteger” a imagem da equipe. 

“Não há aqui qualquer fraude nem qualquer situação anómala. Esta foi uma decisão tomada no sentido de prevenir eventuais furtos como já tinham acontecido. Para evitar uma situação desagradável, entendemos retirar o espólio que os nossos adversários tiveram a nobreza de trazer para homenagear Eusébio”, afirmou Rui Pereira, diretor de segurança do clube. 

Em nota oficial, o Benfica divulgou que notou o furto e tentativas de vandalização de alguns cachecóis durante a noite, decidindo então tirar todas as homenagens provisóriamente. Todos os objetos devem voltar para o local assim que uma estrutura de proteção ser erguida. 

Maior ídolo da história do futebol português, Eusébio morreu no último domingo, vítima de uma parada cardiorrespiratória.