Bicampeão mundial com o Santos e Seleção, Zito morre aos 82

  • Por Jovem Pan
  • 15/06/2015 07h05
Em julho de 2014

Morreu na noite deste domingo (14) o ex-jogador José Ely de Miranda, o Zito, um dos maiores volantes da história do Santos Futebol Clube. Aos 82 anos, Zito faleceu na cidade de Santos, onde morava e será velado nesta segunda-feira (15), no Memorial Necrópole Ecumênico no Marapé, na cidade santista.

Eterno capitão da equipe da Vila Belmiro, Zito ficou marcado por liderar o histórico time do Peixe que contava com Coutinho, Pelé e Pepe. No Santos, o ex-volante jogou entre 1952 e 1967 e conquistou duas Libertadores, dois Mundiais, além de cinco campeonatos nacionais, três Rio-São Paulo e nove Paulistas.

Pela Seleção Brasileira, Zito disputou as Copas do Mundo de 1958, 62 e 66, sagrando-se campeão mundial nas duas primeiras.

A causa da morte ainda não foi confirmada. Em 2014, o ex-jogador chegou a ficar 34 dias internado após um acidente vascular cerebral (AVC) e, mesmo recebendo alta, necessitava de cuidados especiais e contava com enfermeiros em tempo integral.

Respeitado como capitão, Zito ficou marcado ainda por ajudar o Santos a revelar jogadores de sucesso no Peixe. Trabalhando nas categorias de base do clube, o ídolo alvinegro foi responsável por revelar nomes como Neymar, Diego e Robinho.