Blatter descarta punição ao Uruguai e garante seleção na Copa do Mundo

  • Por Agência EFE
  • 03/04/2014 19h25

O presidente da FifaJoseph Blatter

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, descartou nesta quinta-feira qualquer punição ao Uruguai pelos problemas internos da federação do país e garantiu a presença da Celeste na Copa do Mundo.

“Os senhores acham que o Uruguai vai ser punido, mas não vai. O Uruguai estará no Mundial”, declarou o dirigente em entrevista coletiva concedida na Costa Rica.

Segundo Blatter, o governo uruguaio se comprometeu a garantir a segurança nos estádios, o que dá confiança pelo fim da violência nos próximos dias.

“Recebemos garantias do governo do Uruguai tornar seus estádios seguros a partir deste fim de semana. Este problema que preocupa o país será solucionado”, disse o presidente da Fifa.

Os novos membros da direção da Associação Uruguaia de Futebol (AUF) tomaram posse em seus cargos hoje, com a preocupação de superar o mais rápido possível a crise interna, e resolver o problema da violência.

A direção antiga, comandada pelo presidente Sebastián Bauzá, renunciou na segunda-feira, sob o argumento de falta de apoio para impulsionar as “transformações” necessárias no futebol uruguaio, como questões econômicas e de segurança.

Apesar de a Fifa optar por não punir a AUF, a Conmebol não fez o mesmo. Na última quarta-feira, a entidade retirou os direitos da federação uruguaia de participar e votar nos congressos do órgão sul-americano, e o de indicar candidatos à direção e cargos disciplinares, por tempo indeterminado.