Blatter estaria ligado à propina antes da Copa de 2010, noticia jornal

  • Por Jovem Pan
  • 07/06/2015 17h45
Joseph Blatter convocou coletiva para comunicar que renunciará ao cargo de presidente da Fifa

O jornal sul-africano Sunday Times voltou a publicar uma reportagem sobre o escândalo de corrupção na Fifa e, segundo o periódico, o presidente da Fifa Joseph Blatter discutiu o pagamento de propina no valor de US$ 10 milhões antes da escolha da sede da Copa do Mundo de 2010, que foi realizada na África do Sul.

A publicação teve acesso a uma troca de e-mails entre o chefe da entidade máxima do futebol mundial e Thabo Mbeki, presidente da África do Sul. Apesar de não ter publicado os e-mails, o jornal noticiou recentemente uma troca de mensagens entre o governo sul-africano e Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa e, nesta conversa, Valcke afirma que o pagamento de propina já estava acertado.

A escolha da África do Sul como sede da Copa do Mundo de 2010 é um dos assuntos que vem sendo bastante investigado pela FBI, polícia federal dos Estados Unidos, em meio a esse escândalo de corrupção divulgado há menos de duas semanas. Blatter, que comanda a Fifa desde 1998, foi reeleito recentemente e, dois dias depois das eleições, ele decidiu renunciar ao cargo e convocou novas eleições para presidente da entidade, mas ainda não há data para serem realizadas.

No dia 27 de maio, diversos dirigentes ligados à Fifa foram presos em Zurique, na Suíça, onde estavam reunidos para o congresso da entidade.