Bolt atribui desclassificação dos EUA nos 4x100m à “pressão”

  • Por Agência EFE
  • 29/08/2015 13h20
Após conquista do ouro no revezamento em Pequim

O jamaicano Usain Bolt, que neste sábado conquistou o ouro no Mundial de Atletismo em Pequim com seus companheiros na prova de 4x100m masculina, atribuiu a desclassificação dos Estados Unidos à “pressão” por terem vencido os World Relays, nova competição criada neste ano pela IAAF.

“Isso se chama pressão. Eles ganharam os World Relays e a pressão estava sobre eles. Vi a confusão nos 300 metros e me senti aliviado de não estar lá”, comentou o atleta, sobre a falha na transição que eliminou os americanos, até então líderes da prova.

Sobre a final deste sábado, que terminou com a China em segundo e Canadá na terceira posição, Bolt enfatizou o trabalho da equipe jamaicana, formada por Nesta Carter, Nickel Ashmeade e Asafa Powell, que fechou a prova em 37s37.

“Como disse Asafa Powell, esta é uma grande equipe, fizemos um trabalho muito sério desde a largada e agradeço a todos. Os revezamentos são a minha prova favorita”, declarou o jamaicano, que já soma três ouros na competição.