Botafogo perde em casa e desperdiça chance de se classificar às oitavas

  • Por Agência EFE
  • 02/04/2014 22h05
CanalesBotafogo perde em casa para Unión Española e se complica

O Botafogo entrou em campo nesta quarta-feira atrás de uma vitória que garantiria o avanço às oitavas de final da Taça Libertadores, mas perdeu em pleno estádio do Maracanã para a Unión Española por 1 a 0, e complicou sua situação na competição continental.

O gol isolado da partida foi marcado pelo meia Gustavo Canales, cobrando penâlti, aos 25 minutos do segundo tempo. O resultado positivo permitiu que o time chileno saltasse para a liderança com nove pontos e garantisse a classificação matemática. O time da Estrela Solitária é segundo colocado, com sete.

A última rodada do grupo 2 acontecerá na próxima quarta-feira, às 22h (horário de Brasília). O Bota visitará o San Lorenzo, na Argentina. O outro duelo será no Chile, entre a Unión Española e o Independiente del Valle.

Para a equipe brasileira, a vitória garantirá vaga sem que seja necessária combinação de resultados. Um empate em Almagro obrigará torcida para que o time equatoriano não vá além de vitória por um gol de diferença. Se perder, os comandados de Eduardo Húngaro darão adeus a competição.

O Alvinegro entrou em campo sem três titulares, o lateral direito Edílson, o volante Gabriel e o centroavante Ferreira. Com isso, Lucas, Bolatti e Henrique, foram para o jogo. A equipe chilena, por sua vez, veio com a mesma formação utilizada para bater em casa o San Lorenzo por 1 a 0, na última rodada.

Aproveitando da força vinda das arquibancadas, o Botafogo partiu para cima desde o início, dando pouco espaço para o rival. Logo aos 3 minutos, após escanteio da esquerda, a bola sobrou para Marcelo Mattos, que tentou mostrar estilo, bater de primeira. O volante, porém, não conseguiu pôr força no chute, parando no goleiro Sánchez

O adversário recuado permitia o domínio do time brasileiro, mas não as chegadas com perigo. Assim, aos 16 minutos Jorge Wágner arriscou da entrada da área, e quase surpreendeu o goleiro rival, que bateu roupa, mas conseguiu agarrar a bola antes da chegada de algum botafoguense.

Aos poucos, o Unión tentava sair para o ataque, apostando principalmente nas jogadas pelo lado direito, seguidas de cruzamentos na área. A equipe chilena, no entanto, não conseguia ter sucesso, pela falta de capricho, e também pela segurança de Jefferson nas saídas do gol.

Sem conseguir imprimir ritmo forte, o Botafogo apostava na individualidade para tentar marcar. Aos 38, Bolatti disparou pela intermediária, e quando poderia passar pelo último marcador, foi travado. Na sobra, Lodeiro apareceu para encher o pé, mas parar na defesa de Sánchez.

Atrevido, o uruguaio apareceu de novo aos 44 minutos do primeiro tempo. A jogada foi iniciada por Henrique, que acionou Bolatti na direita, para cruzamento em direção a Lodeiro, que chegou batendo de primeira, mas à direita do gol do time visitante.

Na etapa complementar, o Botafogo voltou aceso, outra vez empurrado pela torcida, que deu bonito espetáculo de luzes no entrada do time no campo. Em três minutos, foram pelo menos duas boas chances, com Henrique e Jorge Wágner.

Aos 6, os alvinegros foram a loucura com um bombardeiro ao goleiro Sánchez. Primeiro Jorge Wágner, depois Wallyson e Henrique, duas vezes, tentaram, mas não conseguiram ir às redes, o que seria em vão, já que a arbitragem comandada pelo uruguaio Daniel Fedorczuk marcou impedimento, anulando o lance.

Com dificuldades para conseguir marcar o gol, aos 20 minutos, o técnico Eduardo Húngaro fez a primeira mexida na equipe, tirando Henrique para colocar Ronny, que pouco apareceu nos minutos em que esteve em campo.

O drama alvinegro, no entanto, começou aos 24 minutos do segundo tempo, quando Júlio César derrubou Jaime na área e Fedorczuk marcou pênalti. Na cobrança, Canales mostrou categoria, acertando o canto esquerdo de Jefferson, e abriu o placar.

Ciente do estrago que provocaria uma derrota em casa, o técnico Eduardo Húngaro partiu para o tudo ou nada, colocando o jovem meia-atacante Daniel no lugar do volante Marcelo Mattos.

Desorganizado, o Botafogo não conseguia se impor, apesar de manter a posse de bola por mais tempo. Aos 40, o desespero ficou evidente quando Wallyson tentou chute da intermediária, que parou na defesa em dois tempos de Sánchez. Quatro minutos depois, Lodeiro tentou em lance parecido, que teve o mesmo fim.

No fim, restaram muitas vaias para técnico e jogadores do Botafogo, e muita festa do lado vermelho do duelo, no campo e no pequeno espaço das arquibancadas reservado aos torcedores da Unión Española.