Brasil vence França em “oitavas de final forçada” e segue na luta pelo ouro

  • Por Agencia EFE
  • 16/08/2016 08h29
EFE Em jogo muito disputado no Maracanãzinho

Em uma espécie de oitavas de final forçada, a Seleção Brasileira masculina de vôlei venceu a França por 3 a 1 (25/22, 22/25, 25/20 e 25/23) em jogo no Maracanãzinho que terminou na madrugada desta terça-feira, após 1h24 de duração, evitou uma eliminação precoce na primeira fase nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e, com isso, se manteve em busca do sonho de seu terceiro ouro.

O Brasil vinha de derrotas para Estados Unidos e Itália e se classificou às quartas de final em quarto lugar no grupo A, posição que disputava justamente com a França – que era candidata a medalha, mas acabou se despedindo do Rio 2016 em quinto na chave.

Por isso, o caráter do confronto era eliminatório. Era vencer ou vencer. E uma versão mais aguerrida e concentrada da seleção surgiu em quadra para arrancar o triunfo contra Ngapeth e cia.

O ponto final, que veio de um erro de ataque de Antonin Rouzier, resultou em explosão da torcida da casa e um coro de “o campeão voltou” nas arquibancadas.

O próximo adversário dos comandados de Bernardinho será a Argentina, que surpreendeu seleções do calibre de Rússia e Polônia e ficou em primeiro no grupo B. A partida será realizada na quarta-feira, às 22h15 (de Brasília), no mesmo ginásio.

A vitória também fez com que o Brasil não repetisse o pior resultado de sua história em Jogos: o nono lugar na edição de 1968, na Cidade do México.