Brasileiros conhecem rivais e Flamengo está em “grupo da morte” na Libertadores

  • Por Estadão Conteúdo
  • 22/12/2016 12h15

Sorteio na sede na Conmebol definiu os grupos da Libertadores de 2017

Sorteio na sede na Conmebol definiu os grupos da Libertadores de 2017

Os times brasileiros conheceram nesta quarta-feira os seus adversários na Copa Libertadores de 2017. Em sorteio realizado em Luque, na sede da Conmebol, no Paraguai, os clubes nacionais já sabem quem enfrentarão em busca do mais cobiçado título do continente. O evento foi marcado ainda por uma emocionante homenagem à Chapecoense.

O sorteio colocou o Flamengo no Grupo 4 com adversários bem complicados. O terceiro colocado do Campeonato Brasileiro vai enfrentar San Lorenzo (Argentina) e Universidad Católica (Chile), além de um rival que sairá da repescagem. Já o campeão brasileiro Palmeiras terá pela frente Peñarol (Uruguai), Jorge Wilstermann (Bolívia) e outro adversário que sairá da repescagem

O Santos, vice brasileiro, por sua vez, vai enfrentar Independiente Santa Fe (Colômbia) e Sporting Cristal (Peru), além de outro time vindo da repescagem. O Grêmio, campeão da Copa do Brasil, deve ter tarefa fácil contra Guaraní (Paraguai), Zamora (Venezuela) e Deportivo Iquique (Chile).

No Grupo 6, o Atlético Mineiro disputa uma das vagas com Libertad (Paraguai), Godoy Cruz (Argentina) e Sport Boys (Bolívia). Já a Chapecoense, no Grupo 7, terá uma tarefa dura contra o Nacional (Uruguai), Lanús (Argentina) e Zulia (Venezuela).

Entre os brasileiros na repescagem, duelos equilibrados. Na segunda fase, que garante vaga para a fase 3 em uma disputa de mata-mata, o Atlético Paranaense vai encarar o Millonarios, da Colômbia, enquanto que o Botafogo enfrenta o Colo Colo, do Chile. Os times brasileiros precisam avançar e aí, na fase 3, terão outro duelo para se garantir na fase de grupos.

Com número recorde de 47 participantes, a competição será disputada de janeiro ao fim de novembro com três grandes pausas. Ela começa no dia 23 de janeiro, na primeira fase preliminar. Com mais outras duas etapas, os playoffs terminam antes do Carnaval, em 23 de fevereiro, e classificam quatro equipes para a etapa seguinte.

A fase de grupos começa no dia 7 de março e vai até 25 de maio. Aqui, a primeira interrupção. A última partida das chaves ocorrerá no dia 25 de maio e a primeira das oitavas de final será em 4 de julho. Diferentemente de anos anteriores, esta fase será definida por sorteio.

O mata-mata vai de 4 de julho até 2 de novembro. Entre os jogos de ida e volta das oitavas de final, há um espaço de mais de um mês. Nas quartas e semifinais, a definição ocorre na semana seguinte à abertura do confronto. Os duelos da decisão do título estão marcados para 22 e 29 de novembro.

HOMENAGENS – Antes do sorteio, como já era esperado, muita emoção. A Conmebol iniciou a festa com um discurso de seu presidente, o paraguaio Alejandro González, que lembrou da tragédia com o avião que levava jogadores, membros da comissão técnica e dirigentes da Chapecoense, além de jornalistas e tripulantes, nos arredores de Medellín, na Colômbia, no dia 29 de novembro.

Na sequência, foi chamado ao palco o presidente da Chapecoense, Plínio David de Nês Filho, que recebeu de forma oficial uma medalha de ouro e o troféu da Copa Sul-Americana. “Um misto de tristeza e alegria invade nossos corações hoje. A nossa querida Chape há oito anos começou se projetar de uma forma singela em busca de objetivos maiores. Essa equipe procurou sempre, com muito otimismo, dedicação, galgar posições”, disse o dirigente catarinense.

Emocionado, Plínio David pediu a presença no palco de Daniel Jiménez, representante do Atlético Nacional no evento. O brasileiro lhe deu uma echarpe da Chapecoense, colocado em seus ombros, e fez questão de agradecer aos colombianos e dizer que o título da Sul-Americana é dos dois clubes. O time de Medellín também recebeu um prêmio de fair play por tudo que fez após o acidente aéreo.

A Conmebol ainda rendeu homenagens à seleção da Argentina que há 30 anos conquistou do título da Copa do Mundo de 1986, disputada no México, e revelou um novo logotipo da Libertadores.

Confira os duelos da primeira fase:

Universitário de Sucre-BOL x Montevideo Wanderers-URU (E1)

Deportivo Municipal-PER x Independiente del Valle-EQU (E2)

Deportes Capiatá-PAR x Deportivo Táchira-VEN (E3)

Confira os duelos da segunda fase:

Atlético Paranaense-BRA x Millonarios-COL (C1)
Botafogo-BRA x Colo Colo-CHI (C2)
Cerro-URU x Unión Española-CHI (C3)
Carabobo-VEN x Junior Barranquilla-COL (C4)
Atlético Tucumán-ARG x El Nacional-EQU (C5)
E1 x The Strongest-BOL (C6)
E2 x Olimpia-PAR (C7)
E3 x Universitário-PER (C8)

Confira os duelos da terceira fase:

C1 x C8 (G1)
C2 x C7 (G2)
C3 x C6 (G3)
C4 x C5 (G4)

Confira os grupos da Copa Libertadores:

GRUPO 1

Atlético Nacional-COL
Estudiantes-ARG
Barcelona-EQU
G2

GRUPO 2

Santos-BRA
Independiente Santa Fe-COL
Sporting Cristal-PER
G3

GRUPO 3

River Plate-ARG
Emelec-EQU
Independiente Medellín-COL
Melgar-PER

GRUPO 4

San Lorenzo-ARG
Universidad Católica-CHI
Flamengo-BRA
G1

GRUPO 5

Peñarol-URU
Palmeiras-BRA
Jorge Wilstermann-BOL
G4

GRUPO 6

Atlético Mineiro-BRA
Libertad-PAR
Godoy Cruz-ARG
Sport Boys-BOL

GRUPO 7

Nacional-URU
Chapecoense-BRA
Lanús-ARG
Zulia-VEN

GRUPO 8

Grêmio-BRA
Guaraní-PAR
Zamora-VEN
Deportes Iquique-CHI