Buffon lamenta falência do Parma e deseja que clube volte à elite em breve

  • Por Agência EFE
  • 23/06/2015 15h04

Buffon admitiu decepção com vice-campeonato da Liga dos Campeões EFE Buffon

O goleiro da Juventus Gianluigi Buffon lamentou nesta terça-feira a falência do Parma, clube que o revelou para o futebol, e desejou que a equipe retorne em breve à primeira divisão do Campeonato Italiano.

“Terminou ontem a história centenária do Parma. Mostrar novamente meu afeto e proximidade com as cores amarelo e azul poderia ser apenas redundante. No entanto, não posso fazer outra coisa além de pensar na cidade e nos seus torcedores, e desejar que nos vejamos o mais rápido possível na Série A. Sempre os levarei no meu coração”, afirmou o jogador em mensagem publicada em seu perfil no Facebook.

Buffon expressou dessa forma sua tristeza em ver quebrar a equipe pela qual estreou com apenas 17 anos, em 1995. O goleiro ficou seis temporadas no Parma, até ser vendido para a Juventus em 2001.

O clube decretou bancarrota ontem, após a conclusão do prazo legal para sua compra. O ex-jogador de beisebol ítalo-americano Mike Piazza e o empresário Giuseppe Corrado tinham mostrado interesse na aquisição, mas retiraram suas propostas porque a situação era muito complexa e a dívida excessivamente elevada.

O Parma tinha declarado falência em março. Um mês depois, o juiz Pietro Rogato autorizou a venda do clube por um preço de saída de 20 milhões de euros (R$ 69 milhões), uma quantia que um hipotético comprador deveria usar para quitar dívidas e os salários dos atletas.