Busca por prêmio de R$ 8 milhões tem início com sete jogos na Copa do Brasil

  • Por Estadão Conteúdo
  • 25/02/2015 08h53

Atlético-MG superou o arquirrival Cruzeiro na decisão e ficou com o título da Copa do Brasil

Jogadores do Atlético-MG levantam a taça da Copa do Brasil

Sete jogos dão início de uma forma discreta nesta noite de quarta-feira a uma disputa que pode premiar com até R$ 7,95 milhões o seu vencedor. Desta quarta até 25 de novembro, 86 equipes de todos os cantos do País, várias delas beirando o amadorismo, brigarão pelo título da Copa do Brasil. Dos dez paulistas que participarão em algum momento da competição, apenas o Santo André estreia nesta quarta, recebendo o Goiás às 19h30. O principal jogo do dia será disputado em Pelotas, entre Brasil e Flamengo.

O Palmeiras estreia na Copa do Brasil em 4 de março, jogando na Bahia contra o Vitória da Conquista. O Santos só entra em campo dia 17 de março, contra o Londrina, no Paraná.

As duas equipes fazem parte do seleto grupo de nove clubes que podem almejar o prêmio máximo que a CBF pagará pelo título da Copa do Brasil. Isso porque fazem parte de uma espécie de tropa de elite, formada por 15 times com base no ranking nacional e já entrarão no torneio na primeira das sete fases. Com isso, farão jus a prêmios que vão de R$ 400 mil, se passarem pela primeira fase, a R$ 4 milhões, caso levantem a taça no final do ano. Já Corinthians e São Paulo, que só entrarão na competição a partir das oitavas de final (junto com Atlético-MG, Cruzeiro, Internacional e Fluminense), poderão faturar no máximo R$ 6,51 milhões.

Para definir a premiação de cada fase, a CBF dividiu os participantes em três grupos – com 15, 6 e 55 times respectivamente. Na média, os valores que serão pagos este ano são 25% maiores do que os do ano passado. Em 2014, o Atlético Mineiro embolsou R$ 6,19 milhões pelo título.

O dinheiro distribuído pela CBF é bem inferior, por exemplo, aos cerca de R$ 15 milhões que a Conmebol vai destinar ao campeão da Libertadores. Mas pode representar um bom reforço de caixa, principalmente para clube minúsculos que vivem à míngua todo o ano, casos dos estreantes Amadense (Sergipe) e Globo (Rio Grande do Norte), entre outros. Eles terão cota de R$ 200 mil se conseguirem passar da primeira fase.

Se forem eliminados, levarão para casa o que for arrecadado com a renda dos jogos – na Copa do Brasil, a renda líquida é do mandante, mas quando for realizada apenas a partida de ida o perdedor terá direito a apenas 40% do valor líquido.

PRELIMINAR – Este ano a Copa do Brasil também teve uma fase preliminar, que envolveu dois times em partidas de ida e volta. O Real Noroeste, do Espírito Santo, venceu duas vezes o Atlético Acreano (1 a 0 e 3 a 2) e se junta às outras 85 equipes. Será a primeira participação dos capixabas na competição. Eles terão o Criciúma como adversário.

Os outros paulistas na Copa do Brasil são: Ituano (joga em casa com o Joinville, em 1.º de abril), Capivariano (recebe o Caxias, 4 de março), Ponte Preta (vai a Rondônia enfrentar o Vilhena, 3 de março), Bragantino (joga contra o Lajeadense no Rio Grande do Sul, 17 de março) e Portuguesa (visita o Santos do Amapá, dia 4).

Confira os jogos desta quarta-feira

19h30

Santo André x Goiás

Luziânia-DF x América-MG

20h30

Amadense-SE x CRB-AL

Estrela do Norte-ES x Sampaio Corrêa-MA

Moto Club-MA x Boa Esporte

21h30

São Raimundo-RR x ASA-AL

22h

Brasil-RS x Flamengo