Calleri marca no fim, encerra jejum de gols e faz São Paulo voltar a vencer

  • Por Jovem Pan
  • 23/03/2016 23h47
SP - PAULISTÃO/SÃO PAULO X BOTAFOGO - ESPORTES - O jogador Calleri do São Paulo comemora gol durante partida entre São Paulo x Botafogo, válida pelo Campeonato Paulista 2016, no estádio do Pacaembu em São Paulo, SP, nesta quarta-feira (23). 23/03/2016 - Foto: MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOCalleri voltou a marcar após 11 gols sem balançar as redes e deu a vitória ao São Paulo

Tudo parecia correr para mais um resultado negativo do São Paulo. Novamente, a equipe não teve volume de jogo, não brilhou, não empolgou, e novamente se encaminhava para o empate amargo. Foi assim até os 44 minutos do segundo tempo nesta quarta-feira (23), diante do Botafogo-SP no Pacaembu. Calleri, que ficou onze jogos sem marcar, balançou as redes com um gol tão bonito quanto estranho e definiu o placar em 1 a 0 para o Tricolor.

A primeira chegada mais perigosa foi do São Paulo: Hudson driblou Diego Pituca e cruzou para Calleri bater de primeira. Neneca, no entanto, caiu no canto para fazer a defesa. Mas esse tipo de lance foi raro no primeiro tempo, o qual foi, no geral, de poucas emoções. E quando havia finalizações, elas não levavam perigo, como uma tentada por Serginho, pelo Botafogo, que passou à direita do gol, e uma de Ganso, que foi defendida pelo goleiro.

Antes do intervalo, o time do interior perdeu a melhor oportunidade até então: após cobrança errada de escanteio do São Paulo, o Botafogo saiu em contra-ataque e Serginho arriscou de fora da área. Denis fez a ponte para fazer grande defesa e evitar o gol.

A situação melhorou um pouco na volta para o segundo tempo. Com duas substituições, o Tricolor assustou em cobrança de falta de Maicon que raspou a trave esquerda. Depois, João Schmidt subiu para cabecear em cobrança de escanteio, Neneca empatou e Maicon perdeu na sobra. A resposta veio na sequência: Carlos Alberto recebeu na área e bateu cruzado para nova intervenção de Denis.

Ganso, o melhor jogador são-paulino em 2016, também tentou, só que de fora da área, após sair da marcação, mas Neneca defendeu. Depois disso, a partida voltou a esfriar por um bom tempo. Foi somente aos 39 minutos que uma nova oportunidade foi criada, desta vez pelo Botafogo. E que oportunidade: Samuel Santos dominou pela direita e passou para Léo Coca, totalmente livre na área, bater por cima e perder um gol incrível.

Foi somente aos 44 minutos que o time de Edgardo Bauza pode vibrar. Ganso descolou grande lançamento para Calleri, que, pelo lado direito da área, emendou um chute de primeira, como um meio voleio para cima, e encobriu o descrente goleiro Neneca.

A vitória foi fundamental para o Tricolor, que reassumiu a liderança do Grupo C, com os mesmos 17 pontos do Audax-SP, mas com melhor saldo de gols. Já o Botafogo se mantém na lanterna do Grupo A, com apenas 11 pontos. Na próxima rodada, o São Paulo pega o Santos na Vila Belmiro, enquanto o time de Ribeirão Preto recebe o Audax.