Candidato da oposição, Kalil Rocha Abdalla desiste de eleição presidencial

  • Por Jovem Pan
  • 16/04/2014 20h10

Kalil Rocha Abdalla desistiu da eleição presidencial do São Paulo por discordar de projeto da cobertura do Morumbi

Kalil Rocha Abdalla desiste de candidatura à presidência do São Paulo

Candidato da oposição no São Paulo, Kalil Rocha Abdalla retirou sua candidatura para a eleição de presidente do clube do Morumbi. O pleito será realizado nesta quarta-feira (16). Com a desistência de Abdalla, Carlos Miguel Aidar é o novo presidente do São Paulo Futebol Clube, em sucessão a Juvenal Juvêncio, mandatário nos últimos oito anos.

Concorra ao livro “Libertadores – Paixão que nos une”

O grupo da oposição não concorda com a inclusão na votação da reforma que serviria para construir uma cobertura no Morumbi. Desta forma, a oposição retira a candidatura para que seis conselheiros não tenham a obrigação de votar na reforma e, assim, o quórum mínimo de 75% exigido para que o projeto seja aprovado não vai existir.

“Não posso aceitar essa eleição da maneira que está sendo conduzida. Fizeram uma reunião ordinária e uma extraordinária. Se tivesse duas listas de presença, era uma coisa, mas tinha uma lista única. O objetivo é tentar obter o quórum de 175 (conselheiros) para aprovação daquele maldito projeto”, disse Abdalla. “Disso eu não posso concordar e meu grupo não concorda. Com isso, não terá número suficiente para atingir os 175. O candidato do outro lado tem a vitória assegurada”, completou.

O candidato da oposição também falou sobre o polêmico projeto que é causa de toda a discórdia na eleição presidencial.

“A oposição está praticamente unida, mas tem um ou outro que queria votar. A chapa vai exercer o cargo de opositor até o final, é contra o projeto. Não é contra o clube, é contra o projeto. Não tem mais construtora (Andrade Gutierrez) não tem nada. O estacionamento é em frente a um prédio tombado, não pode, não tem autorização. A arena não vai dar nada por 20 anos, o São Paulo vai passar 20 anos sem ver um tostão disso. Não nos interessa. Vamos retirar a candidatura”, frisou Kalil Rocha Abdalla.

A eleição de Carlos Miguel Aidar já era dada como certa desde o dia 5 de abril, quando a situação conseguiu eleger a maioria dos conselheiros.

Carlos Miguel Aidar já foi presidente do São Paulo, de 1984 a 1988, e foi o presidente mais jovem da história do clube, sendo eleito com 37 anos de idade. Atualmente, o dirigente está com 67 anos.