Casillas coloca Liga dos Campeões acima da Copa do Mundo: “Isto é melhor”

  • Por Agência EFE
  • 24/05/2014 20h14

O goleiro Iker CasillasCasillas levanta a taça da Liga dos Campeões

Um dos quatro únicos jogadores em toda a história que tiveram o privilégio de vencer a Copa do Mundo pela seleção espanhola e a Liga dos Campeões pelo Real Madrid, o goleiro Iker Casillas considerou a conquista deste sábado em Lisboa mais importante que a obtida na África do Sul há quatro anos.

“Isto é melhor. É tão importante, mas é um pouco mais representativo que a Copa do Mundo. Já estávamos há muito tempo sem estar em uma final assim e conquistamos a décima, um número redondo, um número perfeito. Quero parabenizar os que vieram aqui e agradecer às duas torcidas por não terem tido um mal comportamento”, afirmou Casillas ao espanhol Canal Plus.

Perguntado se em algum temeu ficar lembrado por uma falha que representaria a perda de um título no gol do Atlético, marcado por Godín, o arqueiro espanhol deu pouca importância à situação.

“É o que acontece. Falhamos, acertamos… Por sorte, as pessoas se lembrarão que o Real Madrid ganhou a décima em Lisboa. Em alguns momentos se falha, em outras, se acerta, e não posso me queixar”, comentou o goleiro.

“Foi muito sofrido. Eles encontraram um gol de sorte, num erro nosso. Não tiveram muitas outras oportunidades. Nós chegamos várias vezes, sofremos demais e obtivemos o empate nos acréscimos. Por chances de gol, acho que foi justo. Eles se defenderam muito bem, souberam queimar o tempo, mas no final o conseguimos”, analisou.

Eleito o melhor jogador da partida em Portugal, o meia Ángel Di María recebeu o prêmio das mãos do ex-treinador Alex Ferguson e não escondeu a satisfação. “Estou muito feliz por mim e pelo grupo, pelo sacrifício de todo o ano, porque perdemos o Campeonato Espanhol e no final até poderíamos ter obtido a tríplice coroa. Foi feito um sacrifício muito grande durante todo um ano e houve mérito”, avaliou o atleta argentino.