Cavadinha mal feita da Copa do Brasil quase fez Pato apanhar no vestiário

  • Por Jovem Pan
  • 17/03/2015 10h57

Alexandre Pato é confortado pelos companheiros Alessandro e Ralf após errar "cavadinha"

Alexandre Pato é confortado após errar "cavadinha"

Emprestado pelo Corinthians ao São Paulo até o final da temporada, Alexandre Pato tem contrato com o alvinegro até o final de 2016 e pode voltar ao Timão no início do próximo ano.

Após chegar ao Parque São Jorge com status de estrela, o atacante não conseguiu se impor dentro de campo. Um destes momentos foi o pênalti perdido contra o Grêmio, nas quartas de final da Copa do Brasil, em 2013.

A cavadinha nas mãos de Dida não só revoltou a torcida, mas também jogadores e o técnico Tite. Em entrevista ao canal Fox Sports, o lateral-esquerdo, Fábio Santos, revelou que os atletas estavam muito chateados e por pouco Pato não foi agredido pelos colegas.

“É. Naquele dia, ficou difícil segurar para não baterem no Pato. A gente já sabia que ele ia apanhar muito da imprensa, a torcida já queria bater nele, jogador já queria bater nele. Se não tem dois ou três para segurar a bronca ali”, destacou o ala corintiano.

Fábio também declarou que precisou acalmar os companheiros e pediu a Tite que não exagerasse no sermão a Pato, o que não aconteceu. “Eu e o Alessandro falamos para o Tite não exagerar tanto na briga. Naquele dia mesmo, o Tite educadamente deu uma bronca nele que ficou marcada”.

Por fim, Fábio salientou que apesar dos problemas ocorridos no passado, seria bom ter Pato como companheiro novamente. “O nosso grupo é muito bom, e o menino é super do bem. Só faz mal para ele mesmo essa questão de não se dedicar um pouco mais. Ele chega cedo, treina, não dá trabalho, escuta numa boa tudo o que você fala. É um talento que tem aí, e são raros os talentos aí”.