Chile aproveita expulsão de Cavani, bate Uruguai por 1 a 0 e vai às semifinais

  • Por Jovem Pan
  • 24/06/2015 22h33

Com gol de IslaIsla comemora gol da vitória do Chile sobre o Uruguai

Jogando em casa e com o favoritismo nas costas, o Chile entrou em campo na noite desta quarta-feira (24) para abrir as quartas de final da Copa América 2015. Contando com o apoio de sua fanática e barulhenta torcida, que compareceu em massa em Santiago, os chilenos tiveram muitas dificuldades, mas aproveitaram a vantagem numérica após expulsão de Cavani e, aos 35 do segundo tempo, acertaram uma pancada com Isla, garantiram a vitória por 1 a 0, que deu a classificação para as semifinais.

O primeiro tempo foi marcado pelas muitas divididas e faltas fortes. As chances de gol foram escassas e as poucas oportunidades de abrir o placar foram em chutes de longa distância. Aos 19, Carlos Sánchez bateu de fora da área, mas o arremate foi para fora. Já aos 35, foi a vez de Vidal arriscar de longe, mas Muslera espalmou. A etapa inicial terminou sem gols.

Na etapa complementar, o Uruguai assustou aos sete minutos, quando após bate e rebate na área, a bola sobrou para Rolán, mas Claudio Bravo agarrou. A vida uruguaia, contudo, ficou bem mais complicada aos 17, quando Edinson Cavani tomou seu segundo cartão amarelo, após dar um tapa em Jara, e foi expulso. A Celeste ficou sem um importante jogador de referência no ataque.

Em vantagem numérica, o Chile partiu para cima e encurralou o Uruguai no campo de defesa. Já os uruguaios recuaram bastante, mas assustaram em ataque rápido aos 31, quando Carlos Sánchez finalizou de fora da área e quase fez um golaço. Apesar do susto, o Chile marcou o gol aos 35 minutos, quando Mauricio Isla mandou uma pancada de cara do gol e fez 1 a 0, placar que foi suficiente para os donos da casa avançarem na competição. O Uruguai ainda teve mais um expulso, quando Fucile tomou o segundo amarelo, aos 42, e ficou com dois a menos.

Uma grande confusão começou em campo, já que os uruguaios ficaram muito irritados, mas os chilenos fizeram festa e se classificaram.

Agora, o Chile aguarda o vencedor do confronto entre Bolívia e Peru, que será disputado nesta quinta-feira (25), às 20h30 (de Brasília), em Temuco, para conhecer seu adversário para a disputa de uma vaga na decisão.