Clubes europeus cederão 76,5% dos jogadores que disputarão a Copa do Mundo

  • Por EFE
  • 12/06/2014 11h11
Chelsea bate Liverpool no Anfield por 2 a 0

Os clubes europeus estão fornecendo 76,5% de todos os jogadores que disputarão a Copa do Mundo, chegando a 563 em 736 inscritos, enquanto os brasileiros cederão 11 atletas para a competição, informou a Associação Europeia de Clubes em relatório divulgado nesta quinta-feira.

Os maiores fornecedores para seleções que participarão da competição são Bayern de Munique e Manchester United com 14 jogadores cada um, seguidos por Barcelona e Napoli, que cederam um atleta a menos.

Atlético Mineiro e Botafogo, como dois atletas, são os brasileiros mais bem colocados neste ranking. Flamengo, Fluminense, Internacional, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco, forneceram um atleta.

A seleção brasileira tem 18 dos 23 atletas jogando no futebol europeu. A equipe com mais atletas no elenco formado por Luiz Felipe Scolari é o Chelsea, com quatro jogadores – David Luiz só terá concluída a transferência para o Paris Saint-Germain em 1º de julho, data da abertura da janela francesa.

O país que mais cedeu jogadores para a disputa da Copa foi a Inglaterra, com 119 jogadores, seguido por Itália (83), Alemanha (75), Espanha (65), França (46) e México (25).