Colecionador de títulos: relembre as conquistas de Muricy no São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 07/04/2015 10h30
SÃO PAULO, SP - 01.11.2013: TREINO SÃO PAULO - Luis Fabiano durante treino do São Paulo no CT da Barra Funda; equipe pega a Portuguesa, neste sábado (2), pelo Brasileiro-2013, no Morumbi. (Foto: Alexandre Moreira/Brazil Photo Press/Folhapress) Alexandre Moreira/Brazil Photo Press/Folhapress Muricy Ramalho faz caras e bocas durante treino do São Paulo no CT da Barra Funda

Muricy Ramalho encerrou sua terceira passagem como treinador do São Paulo e deixa o clube com imagem e saúde desgastadas. A história do técnico no tricolor do Morumbi, porém, é vitoriosa e repleta de grandes momentos. Muricy começou a carreira de treinador no São Paulo, e foi no clube que chama de “segunda casa” que o comandante viveu seu auge na profissão.

Em 1994, Muricy era auxiliar de Telê Santana e recebeu de seu mestre a missão de comandar o Expressinho Tricolor na competição continental, já que o time principal disputava o título brasileiro. Com um time cheio de jovens como Rogério Ceni, Juninho, Denilson e Caio, o São Paulo conquistou a Conmebol no primeiro momento de Muricy como treinador com uma goleada história de 6 a 1 no primeiro jogo da final.

A Copa Máster Conmebol reuniu todos os campeões da Copa Conmebol entre 1992 e 1995. Novamente com Muricy no comando e muitos jovens na equipe, o São Paulo sagrou-se campeão ao vencer o Atlético Mineiro por 3 a 0 na final.

Muricy cravou de vez seu nome na história do São Paulo após conquistar a principal competição nacional. Na falta de um, foram três brasileiros. Um tricampeonato inédito e histórico.

O primeiro título veio após campanha que deixou o tricolor 9 pontos a frente do segundo colocado, Internacional. A conquista foi confirmada após empate por 1 a 1 com o Atlético Paranaense, no Morumbi.

O Bicampeonato foi ainda mais tranquilo. O São Paulo sobrou no campeonato e abriu vantagem de 15 pontos sobre o Santos, segundo colocado. O título veio por antecipação, após vitória por 3 a 0 sobre o América de Natal, na 34ª rodada, no Morumbi.

Em 2008, a torcida tricolor comemorou o tricampeonato. Feito inédito, até então. O mais sofrido dos 3 títulos. A conquista só chegou na última rodada, após vitória apertada sobre o Goiás por 1 a 0 e o tricolor ficou atrás na tabela a maior parte do campeonato e conquistou o título alcançando 75 pontos, apenas 3 a mais que o Grêmio, segundo colocado.