Coletiva JP: Dunga lamenta vaias após vitória, mas ressalta invencibilidade

  • Por Jovem Pan
  • 11/06/2015 09h06

O técnico Dunga vai divulgar os convocados no dia 5 de maio

Dunga em entrevista coletiva

Já está virando rotina o Brasil vencer sob o comando de Dunga. Nesta quarta-feira (10), no Beira-Rio, a Seleção Brasileira triunfou diante de Honduras, por 1 a 0 e irá a Copa América com dez vitórias consecutivas na bagagem.

Em entrevista coletiva, o técnico Dunga comentou sobre a importante marca de invencibilidade e lamentou o pouco tempo para treinamentos. “Estamos trabalhando há oito meses na questão do tempo, mas não temos 100 horas de treinos apesar dos oito meses. Uma marca importante desses jogadores. Vale ressaltar que desde 69 que o Brasil não tinha uma marca como essa”.

Apesar da incrível sequência, o Brasil foi vaiado novamente – como aconteceu em São Paulo – e chega pressionado à Copa América. “Não esperávamos porque estávamos jogando em casa, final de temporada, jogo difícil. Uma equipe que marca muito, que não deixa jogar. Futebol é de emoção, as pessoas vão pela emoção”, salientou Dunga sobre as vaias.

Outro ponto ruim da noite foi a confirmação da lesão do lateral Danilo, que será substituído por Daniel Alves. Dunga nunca convocou o jogador do Barcelona, mas tentou justificar a chamada. “Já trabalhou conosco na outra Copa América. É um jogador experiente, campeão da Liga dos Campeões, jogador de personalidade, versátil. Um dos pontos positivos é a dinâmica e a bola parada”.