Coletiva JP: Marcelo Oliveira fala em “vitória fundamental” e valoriza Cristaldo

  • Por Jovem Pan
  • 02/07/2015 08h23
Marcelo Oliveira valorizou as atuações de Cristaldo e destacou bom astral do argentino

Uma vitória fundamental. Assim o técnico Marcelo Oliveira descreveu o triunfo do Palmeiras sobre a Chapecoense na noite desta quarta-feira (01), no Allianz Parque. Em sua segunda vitória em três jogos no comando do Verdão, Marcelo comemorou o fato de chegar na parte de cima da tabela do Brasileiro e fez grandes elogios ao atacante Cristaldo que, assim como no clássico contra o São Paulo, entrou e marcou um gol.

“É uma vitória fundamental. A gente precisa conviver com vitórias. Segunda vitória consecutiva e sem levar gols. Nesses três jogos fizemos seis gols e levamos um. Não vai ter moleza nenhuma no Brasileiro, a Chapecoense é um time que compete muito. No primeiro tempo tivemos mais dificuldades que no segundo. Embora tenhamos feito o gol, perdemos um pouco o encaixe da marcação e perdemos algumas situações muito boas de contra-ataque. No segundo tempo ajustamos a marcação e tivemos mais oportunidades. Passamos para a parte de cima da tabela, estamos em nono lugar. Vamos subindo aos poucos, construindo nosso caminho”, analisou o comandante.

“Sabemos que precisamos melhorar algumas coisas. A marcação, por exemplo, às vezes fica muito frouxa. O adversário roda muito a bola e aparecem jogadores livre. Somos o time que mais finaliza. Hoje finalizamos 15 vezes, mas precisamos de mais poder de decisão, de conclusão, pra gente tornar o jogo menos sofrido”, completou Marcelo.

Com dois gols nos três primeiros de Marcelo Oliveira a frente do Verdão, o atacante Cristaldo, autor do segundo gol palmeirense diante da Chapecoense, ganhou elogios do comandante que destacou a vontade de contar com o camisa 9 para o restante da temporada.

“O Cristaldo tem treinado muito bem. Ele tem alternativas técnicas, poder de finalização. E tá sempre de bom astral, isso é muito bacana. Parece que sempre esta acreditando que vai fazer algo importante. É muito querido por todos. E contamos com ele na sequencia para jogar adiantado e também para jogar com um jogador mais adiantado com ele”, comentou o treinador.

“É um jogador que contamos, a não ser que apareça algo muito diferente, um bom negócio. Ele é importante porque pode jogar em mais de uma posição, porque tem experiência e boa técnica. E é importante pelo bom astral, está sempre se dando muito bem. Sempre muito alegre. Isso ajuda quando entra porque ele deve entrar com o pensamento de que vai ajudar e isso é positivo” completou.

Marcelo ainda valorizou o plantel palmeirense e explicou seu objetivo de utilizar bem o elenco que tem em mãos, especialmente jogadores de meio campo como Rafael Marques, Dudu e Robinho: “não é só para motivar (os jogadores), não. É convicção de que podemos utilizar o jogador certo na hora certa. Hoje, por exemplo, estávamos num jogo em que atacávamos e deixávamos espaço para o adversário chegar à frente. Estava perigoso, e achei que o Zé deu mais controle no jogo. E a ideia era essa, que ele controlasse o jogo. E eu vou substituir muito os meias porque da forma que a gente joga eles ficam muito sacrificados”, afirmou.