Colômbia tentará evitar que Neymar toque na bola, revela Pekerman

  • Por Agência EFE
  • 16/06/2015 20h43

O técnico José Pekerman afirmou que a Colômbia tentará evitar que Neymar pegue na bola

José Pekerman

O técnico da Colômbia, José Pekerman, afirmou nesta terça-feira que sua equipe tentará evitar ao máximo que Neymar toque na bola na partida contra a seleção brasileira, marcada para amanhã, em Santiago, pela segunda rodada do grupo C da Copa América.

“Sabemos que Neymar é capaz de desequilibrar. Temos que estar cientes no coletivo e, como todo jogador com essas características, é melhor que ele não receba a bola. O difícil é prever quando e como ele vai fazer isso”, disse o treinador em entrevista coletiva prévia ao duelo.

Pekerman destacou que Neymar está entre os melhores do mundo e possui “qualidades individuais únicas”. Entre elas, ser parado quando lançado em velocidade, a missão mais complicada para os defensores colombianos na avaliação do técnico.

O treinador argentino, que dirige a Colômbia desde 2012, admitiu que a partida será, de certa forma, uma revanche pela vitória do Brasil por 2 a 1 nas quartas de final da Copa do Mundo de 2014.

“Seria importante mostrar que podemos ganhar no Brasil. Estávamos muito bem (na Copa), em uma grande fase, mas não conseguimos. Mais que uma revanche, é uma alegria que precisamos”, disse Pekerman.

Para o técnico, a derrota na estreia da Copa América para a Venezuela por 1 a 0 não pode provocar “pessimismo” entre os torcedores, completando que a Colômbia, “pelos nomes e pela história”, é uma das candidatas ao título.

No entanto, Pekerman ressaltou que as equipes na Copa América são muito parecidas, algo que não ocorre na Europa, segundo o treinador, onde “as diferenças nos grupos são abismais”.