Com 2 de Higuaín, Napoli goleia Cesena; Roma encosta na Juventus

  • Por Agência EFE
  • 06/01/2015 19h49
O argentino Gonzalo Higuaín foi o destaque da goleada do Napoli

Inspirado e autor de dois gols, o atacante argentino Gonzalo Higuaín garantiu a vitória tranquila do Napoli sobre o lanterna Cesena por 4 a 1 nesta terça-feira, fora de casa, em jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato Italiano.

Com o resultado, a equipe treinada pelo técnico Rafa Benítez voltou à zona de classificação para a Liga dos Campeões, na quarta posição, empatada em 30 pontos com a Lazio, terceira colocada, que venceu ontem a Sampdoria por 3 a 0.

Já o Cesena se complicou ainda mais na briga contra o rebaixamento, e segue com apenas nove pontos conquistados na competição.

Apesar da elasticidade do placar, o Napoli só balançou a rede aos 29 minutos. Depois de chute do meia Marek Hamsik, José Callejón pegou o rebote e chutou firme, sem chances para o goleiro.

Ainda na etapa inicial, aos 39, Hamsik deu lançamento preciso para Higuaín anotar o primeiro dele no jogo. O atacante argentino ganhou na corrida, tirou o goleiro e ampliou.

No retorno do intervalo, o Napoli contou com a “ajuda” do zagueiro Capelli, do Cesena, para marcar o terceiro aos 19 minutos. Após outra boa jogada de Hamsik, o defensor tentou cortar de carrinho, mas acabou tocando para a própria rede.

Higuaín marcou o segundo aos 27, aproveitando novo lançamento longo, desta vez do zagueiro belga Dries Mertens. O artilheiro dominou na área e finalizou cruzado com precisão.

O Cesena ainda diminuiu três minutos mais tarde, aos 30. Franco Briensa conseguiu superar o goleiro brasileiro Rafael, marcando o gol de honra do lanterna da competição.

Já a Roma manteve a perseguição à lider Juventus ao vencer a Udinese por 1 a 0, fora de casa, com um gol polêmico.

Após cobrança de falta de Francesco Totti, aos 17 minutos do primeiro tempo, o zagueiro David Astori completou de cabeça. A bola bateu no travessão e depois da linha do gol.

No primeiro momento, o auxiliar não validou o lance, mas o árbitro da partida confirmou que a bola entrou na sequência, gerando muita reclamação dos donos da casa.

A vitória deixou a Roma com 39 pontos, temporariamente empatada com a Juventus, que recebe a Inter de Milão ainda hoje no encerramento da 17ª rodada.

Por outro lado, o Milan perdeu a chance de chegar à quinta posição do Italiano ao ser derrotado pelo Sassuolo, de virada e em pleno estádio San Siro, por 2 a 1.

No jogo que marcou a estreia de Alessio Cerci, trocado por Fernando Torres, Andrea Poli abriu o placar para os donos da casa aos 10 minutos da etapa inicial. Sansone empatou pouco depois, e Zaza garantiu a vitória do Sasuolo aos 22 do segundo tempo.

O Milan segue na sétima posição, com 25 pontos. Já o Sassuolo pulou para o 10º lugar, com 23.

Outro que desperdiçou a oportunidade de se aproximar da briga por vaga na Liga dos Campeões foi o Genoa, que terminará a rodada no quinto lugar, com 27 pontos, após o empate em casa por 2 a 2 contra a Atalanta, na 17ª posição e correndo sério risco de rebaixamento.

Os visitantes chegaram a abrir 2 a 0 de vantagem, com gols de Zappacosta e Maxiliano Moralez, mas os donos da casa igualaram no segundo tempo com Iago Falque e Alessandro Matri.

Já o Palermo não teve dificuldades para golear o Cagliari por 5 a 0. Paulo Dybala, duas vezes, Ezequiel Muñoz, Edgar Barreto e Michel Morganella fizeram os gols do jogo.

Com dois jogadores expulsos, a Fiorentina acabou derrotada pelo Parma por 1 a 0, com gol de Andrea Costa.

Os outros dois jogos da rodada terminaram empates sem gols: Chievo e Torino, e Empoli e Verona.