Com boa atuação de Wall, Wizards levam Lakers a sua pior sequência desde 1994

  • Por EFE
  • 28/01/2015 07h10
Wizards batem Lakers

O armador John Wall chegou perto de um triple-double na vitória desta terça-feira, fora de casa, do Washington Wizards sobre o Los Angeles Lakers, por 98 a 92, levando o time californiano a sua pior sequência de derrotas – nove – desde 1994.

Wall terminou o confronto com 21 pontos, 13 rebotes e nove assistências, enquanto o brasileiro Nenê Hilário teve atuação discreta no ataque, com seis pontos e duas assistências, mas com participação importante na defesa, com seis rebotes, em 26 minutos de jogo.

Bradley Beal foi o segundo cestinha da equipe, com 19 pontos, enquanto o ala Otto Porter, que substituiu o veterano Paul Pierce, chegou aos 12 pontos. O polonês Marcin Gortat anotou 11 pontos e sete rebotes e fechou a lista de quatro jogadores do time da capital com pontuação de dois dígitos.

Pelos Lakers, Wayne Ellington foi o cestinha do jogo com 28 pontos, enquanto o calouro Jordan Clarkson foi o segundo pontuador da equipe de Los Angeles, com 18. Ambos conseguiram a melhor marca de suas carreiras e foram responsáveis pelo bom primeiro tempo do time da casa, que chegou a abrir 19 pontos de vantagem no segundo quarto.

Os Wizards seguem na segunda colocação da Conferência Leste, com 31 vitórias e 15 derrotas, 6,5 jogos atrás do líder Atlanta Hawks (37-8). Seu próximo desafio será nesta quarta-feira, contra o Phoenix Suns, no Arizona.

Já os Lakers sofreram a nona derrota consecutiva, a pior sequência da equipe desde abril de 1994, quando perdeu dez jogos consecutivos e tinha Magic Johnson como treinador. A equipe segue na penúltima posição do Oeste, com a marca de 12-34, e recebe o Chicago Bulls, na próxima quinta-feira.

O time de Chicago, por sua vez, foi até Oakland e, em um jogo digno de playoff, bateu o Golden State Warriors, do brasileiro Leandrinho, por 113 a 111, após um tempo de prorrogação e interrompendo uma invencibilidade dos anfitriões que já durava 19 jogos na Oracle Arena.

Derrick Rose foi o destaque dos Bulls, tanto positivo quanto negativo, já que foi o cestinha da equipe com 30 pontos, mas sofreu um alto número de turnovers, com 11, mais da metade das perdas de bola sofridas pelo Chicago.

Pau Gasol e Joakim Noah chegaram a dois dígitos em dois fundamentos. O ala-pivô espanhol chegou perto de um triple-double, ao anotar 18 pontos, 16 rebotes e oito assistências, enquanto o pivô francês também chegou aos 18 pontos, além de pegar 15 rebotes e distribuir seis assistências.

Já pelo Golden State, o ala-armador Klay Thompson foi o principal nome, com um double-double de 30 pontos e dez rebotes. David Lee foi o segundo cestinha da equipe com 24 pontos, além de nove rebotes e seis assistências, seguido por Stephen Curry, que anotou 21 pontos e nove assistências. Leandrinho ficou no banco e não participou do jogo.

Com a vitória, os Bulls seguem na quarta posição da Conferência Leste, com 30 triunfos e 17 derrotas, dois jogos atrás do Toronto Raptors (30-15) e 3,5 jogos à frente do Cleveland Cavaliers (26-20).

O Golden State, por sua vez, manteve a melhor marca da liga (36 vitórias e sete derrotas), mesmo com a derrota, e permanece na liderança do Oeste, com quatro jogos de vantagem sobre o Memphis Grizzlies (33-12). Seu próximo compromisso será na sexta-feira, contra o Utah Jazz em Salt Lake City.

Confira os resultados desta terça-feira na NBA:

Indiana Pacers 91 x 104 TORONTO RAPTORS.

Detroit Pistons 95 x 103 CLEVELAND CAVALIERS.

Miami Heat 102 x 109 MILWAUKEE BUCKS.

Dallas Mavericks 90 x 109 MEMPHIS GRIZZLIES.

Golden State Warriors 111 x 113 CHICAGO BULLS.

Los Angeles Lakers 92 x 98 WASHINGTON WIZARDS.