Com Daniel Dias, Brasil conquista prata no revezamento 4x100m

  • Por Estadão Conteúdo
  • 14/09/2016 21h43
RJ - PARALIMPÍADA/RIO-2016/NATAÇÃO - ESPORTES - Os brasileiros Daniel Dias, Andre Brasil e Ruiter Silva e Phelipe Rodrigues conquistam medalha de prata no revezamento 4x100m livre 34 pontos da natação nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, no Estádio Aquático no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, 14. 14/09/2016 - Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDOBrasileiros terminaram a prova atrás da equipe ucraniana

A quarta-feira foi mais um ótimo dia para o Brasil na natação paralímpica. Após Carlos Farrenberg garantir uma medalha de prata nos 50 metros livre, o revezamento composto por Daniel Dias, André Brasil, Ruiter Silva e Phelipe Rodrigues garantiu mais uma prata nos 4x100m livre, a última prova do dia. A medalha de ouro ficou com a Ucrânia.

O Brasil não começou bem a sua prova no revezamento e Daniel Dias, grande nome da natação paralímpica do Brasil, encerrou a sua participação na última colocação. A partir daí, começou uma grande recuperação. Primeiro com André Brasil, que fez a parcial de 50.89, a melhor do Brasil na prova.

Na sequência, Ruiter Silva também foi bem e colocou a equipe brasileira na briga por medalha. E coube a Phelipe Rodrigues encerrar o revezamento e deixar o Brasil na segunda posição, à frente da China e atrás apenas da equipe ucraniana.

Essa conquista é mais um marco na carreira de Daniel Dias, que chega à sua quinta medalha no Rio e à 21ª em toda a carreira paralímpica. André Brasil e Phelipe Rodrigues também já haviam conquistado medalhas no Rio.

Mais cedo, Carlos Farrenberg conquistou a primeira medalha do Brasil na natação no dia. O atleta paulistano conseguiu o tempo de 24s17 nos 50 metros livre e foi superado apenas pelo bielo-russo Ihar Boki, que bateu o recorde paralímpico da prova, com 23s44. Quem completou o pódio foi Muzaffar Tursunkhujaev, do Uzbequistão.

Nas outras provas do dia, o Brasil não conquistou medalhas. Quem ficou mais perto disso foi Raquel Viel, nos 100 metros costas na classe S12. Ela ficou na quarta colocação, enquanto a britânica Hannah Russell bateu o recorde mundial da disputa, com 1min06s06.

Nos 100m peito na classe SB14, Beatriz Carneiro, de apenas 18 anos, ficou com a quinta colocação, mesma posição de Patrícia dos Santos nos 50m peito na classe SB3. Na mesma prova, Rildene Firmino foi a oitava. Nos 100m costas masculino, Thomaz Matera terminou a disputa em sétimo.