Com direito a “pneu”, Soares e Murray vencem e avançam nas duplas em Miami

  • Por Estadão Conteúdo
  • 26/03/2017 14h45

Jamie Murray e Bruno Soares serão a dupla nº 1 do mundo no fim da temporada

EFE Jamie Murray e Bruno Soares serão a dupla nº 1 do mundo no fim da temporada

O brasileiro Bruno Soares garantiu vaga nas quartas de final do Masters 1000 de Miami neste domingo. Ele e o britânico Jamie Murray não tomaram conhecimento do italiano Paolo Lorenzi e do português João Sousa e venceram com tranquilidade por 2 sets a 0, com direito a “pneu”: 6/0 e 6/3.

Cabeças de chave número 4, Soares e Murray precisaram somente de 36 minutos para atropelar a dupla rival. No primeiro set, o brasileiro e o britânico ganharam 24 dos 25 pontos disputados, aproveitaram os três break points que tiveram e arrancaram para um tranquilo triunfo.

Na segunda parcial, os favoritos tiveram mais dificuldade e chegaram a ter o serviço quebrado. Mas, novamente, a superioridade técnica da dupla fez diferença e Soares e Murray voltaram a ter 100% de aproveitamento nos break points, aproveitando os dois que tiveram.

Com o triunfo, eles podem ter pela frente outro brasileiro nas quartas de final. Soares e Murray vão duelar com os vencedores do confronto de Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot, cabeças de chave número 6, contra o holandês Jean-Julien Rojer e o romeno Horia Tecau.

SIMPLES – Na chave de simples, o canadense Milos Raonic desistiu da competição graças a uma lesão muscular na coxa. Momentos antes de entrar em quadra para encarar o norte-americano Jared Donaldson, neste domingo, o cabeça de chave número 3 anunciou sua saída da disputa.

“Fico triste por abandonar o torneio. Devo ficar duas semanas fora, talvez um pouco mais”, explicou. Melhor para Donaldson. O número 95 do mundo avançou às oitavas de final e terá pela frente o vencedor do confronto entre seu compatriota Jack Sock, cabeça de chave número 13, e o checo Jiri Vesely.

Ainda neste domingo, o argentino Federico Delbonis também passou para a próxima fase. O número 57 do mundo garantiu vaga nas oitavas de final ao bater o alemão Jan-Lennard Struff por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/1.