Com empate e pênalti triplo do Goiás, o Corinthians era rebaixado oito anos atrás

  • Por Jovem Pan
  • 01/12/2015 19h24
Futebol - Campeonato Brasileiro, 2007 - Grêmio 1 x 1 Corinthians: O jogador Ailton, do Corinthians, desaba no gramado depois do empate com o Grêmio por 1 a 1 no estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS). O empate combinado com a vitória do Goiás por 2 a 1 sobre o Internacional rebaixou o Corinthians para a Segunda Divisão da competição em 2008. (Porto Alegre (RS). 02.12.2007. Foto de Robson Ventura/Folhapress)O corintiano Ailton chora após o rebaixamento do Corinthians no dia 2 de dezembro de 2007

A história do Corinthians campeão brasileiro em 2011 e 2015 e da Libertadores e do Mundial de Clubes em 2012 teve seu início há oito anos, no dia do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Pode parecer estranho, mas foi justamente com a queda para a segunda divisão no dia 2 de dezembro de 2007 que o Timão se reinventou como clube.

Se antes da calmaria vem a tempestade, o temporal alvinegra teve seu ápice numa tarde ensolarada de domingo. O Corinthians dependia de si mesma para permanecer na Série A, pois tinha um ponto a mais que o Goiás (43 a 42), o 17º colocado até a penúltima rodada. No entanto, logo no segundo minuto de jogo Jonas completou cruzamento na área e abriu o placar para o Tricolor Gaúcho.

Aos 21 minutos, Clodoaldo, que substituía o suspenso Finazzi, artilheiro da equipe no campeonato, deixou tudo igual. O resultado seria suficiente caso o Goiás não vencesse o Internacional. No Serra Dourada, o Inter saiu na frente com Orosco. Elton empatou para o time esmeraldino ainda no primeiro tempo.

Na etapa final, Paulo Baier teve a chance da virada em cobrança de pênalti. Clemer defendeu, mas o árbitro mandou voltar por conta do goleiro ter se adiantado. Paulo Baier novamente foi para a batida, novamente Clemer defendeu, e novamente a cobrança foi anulada. Elton então assumiu a terceira tentativa e mandou para as redes. Um desfecho dramático para o maior drama da história corintiana.

“A qualidade daquele time não era muito boa, a qualidade do grupo não era boa. E aquela foi uma data muito triste para todos”, recordou o ex-volante e hoje comentarista da Jovem Pan, Vampeta, presente no rebaixamento alvinegro.

“Mesmo dependendo só dele, O Corinthians não conseguiu vencer o Grêmio. Um clube como o Corinthians ninguém esperava que fosse pra segunda divisão e depois daquilo cada um partiu pra sua casa a mil”, completou Vampeta.

Ídolo da torcida alvinegra, presente em momentos bons e ruins, o Velho Vamp foi enfático ao cravar: o time rebaixado em 2007 foi o pior que já vestiu a camisa do time do Parque São Jorge: “acho que da história do Corinthians, aquele time deve ter sido o pior de todos, foi o que caiu para a segunda”, destacou o ex-camisa 8 do Timão.