Com gols de brasileiros, PSG busca empate na prorrogação e elimina Chelsea

  • Por Jovem Pan
  • 11/03/2015 19h19

Thiago Silva marcou belo gol de cabeça e classificou o Paris Saint-Germain na prorrogação

Thiago Silva destacou a vontade de ver Neymar jogando com a camisa do PSG

Depois de um empate por 1 a 1 no jogo de ida, disputado no Parc des Princes, em Paris (FRA), o Chelsea recebeu o Paris Saint-Germain, no Stamford Bridge, nesta quarta-feira (11), e em partida muito nervosa e de muitos cartões, entre eles um vermelho mostrado para Ibrahimovic, o PSG ficou perto de ser eliminado no tempo normal, mas buscou o empate e forçou a prorrogação. No período extra, o Chelsea voltou a ficar em vantagem, mas o time parisiense foi atrás do segundo gol e, com o empate por 2 a 2, se classificou pelos gols marcados fora de casa.

Gary Cahill abriu o placar no segundo tempo para o Chelsea, mas David Luiz empatou e forçou a prorrogação. No primeiro tempo extra, após pênalti cometido por Thiago Silva, Hazard deixou os Blues novamente na frente do marcador, mas ainda houve tempo para o mesmo Thiago Silva se redimir, fazer outro gol após escanteio e classificar os visitantes.

O primeiro tempo de jogo no Stamford Bridge foi muito estudado e morno na maior parte, com ambas as equipes demonstrando muito nervosismo. O grande destaque da etapa inicial foi a expulsão do atacante Zlatan Ibrahimovic, que acertou carrinho em Oscar, aos 31 minutos, e o árbitro interpretou o lance como muito forte. A decisão gerou muita reclamação por parte dos franceses.

Depois de Ibrahimovic sair da partida, o jogo ficou ainda mais nervoso e, aos 42, outro lance polêmico aconteceu. Diego Costa fez fila na entrada da área, caiu e ficou pedindo pênalti, mas o árbitro nada marcou e o atacante do Chelsea ficou na bronca.

O primeiro tempo terminou sem gols e com muitas poucas chances de perigo. Partida fraca na etapa inicial.

O segundo tempo começou com ‘blitz’ do Chelsea, que partiu para cima do adversário e começou a criar oportunidades. Aos três minutos, William, que havia entrado no lugar de Oscar, cobrou falta direto para o gol e quase surpreendeu, mas o goleiro Sirigu, atento, espalmou a tentativa.

Com 12 minutos, foi a vez de o PSG criar a melhor chance da partida, quando Cavani chegou pela esquerda, driblou o goleiro Courtois e bateu para o gol, mas a bola pegou na trave e saiu. Gol incrível perdido!

O time francês melhorou muito no jogo e começou a pressionar o Chelsea na primeira metade da etapa complementar.

Aos 34 minutos, o Chelsea quase abriu o placar em chute de Ramires, que foi entre a trave e o goleiro, mas Sirigu esticou o braço esquerdo e espalmou para escanteio. Após o escanteio, a bola ficou viva na área, Diego Costa furou o chute, mas a bola ficou limpa para Gary Cahill bateu firme e fez 1 a 0, deixando o Chelsea em excelente situação.

Quando tudo parecia perdido para o Paris Saint-Germain, David Luiz cabeceou muito forte após cobrança de escanteio, a bola ainda bateu no travessão antes de entrar. Arremate sem chances de defesa para Courtois e tudo igual. O Chelsea tentou buscar um gol no final, mas a decisão foi para a prorrogação.

No primeiro tempo de prorrogação, aos cinco minutos, o zagueiro Thiago Silva subiu com o braço alto em disputa de bola com Zouma e o árbitro viu toque de mão e marcou pênalti. Na cobrança, Hazard bateu rasteiro, com tranquilidade, e recolocou os Blues em vantagem. O Chelsea terminou a etapa extra inicial vencendo.

No segundo tempo, Courtois fez defesa espetacular aos oito minutos e espalmou para escanteio. No tiro de canto seguinte, Thiago Silva cabeceou e fez 2 a 2. O gol tirou um peso das costas do zagueiro brasileiro, depois do pênalti cometido, e classificou o PSG para as quartas de final da Liga dos Campeões.

Agora, o Paris Saint-Germain aguarda o sorteio para saber quem será seu adversário nas quartas de final da principal competição continental do planeta.