Com gols de Chávez e Palacios, Boca estreia na Libertadores com pé direito

  • Por Agencia EFE
  • 19/02/2015 03h29
Boca estreia vencendo na Libertadores

O Boca Juniors começou nesta quarta-feira sua participação na 56ª edição da Taça Libertadores da América com uma vitória tranquila, fora de casa, sobre o Palestino, do Chile, por 2 a 0, na primeira rodada do Grupo 5, do qual é o líder, com três pontos, junto com Montevideo Wanderers.

O Palestino, que deixou pra trás na pré-Libertadores o tradicional Nacional, do Uruguai, não pôde desta vez com seu rival, hexacampeão do torneio continental e considerado um dos cinco grandes do futebol argentino.

No entanto, o time chileno começou abusado, com fome e intensidade, partindo para cima do Boca e criando as melhores jogadas. O atacante argentino Marcos Riquelme foi a grande dor de cabeça da defesa do time xeneize.

Passados os 30 minutos, os donos da casa continuavam criando boas chances de marcar, mas, em um lance de contra-ataque, o Boca abriu o placar, aos 37, com Chávez, que recebeu bom passe de Meli, ficou cara a cara com o goleiro e o deslocou com um toque sutil e preciso.

Com o placar favorável, o time argentino passou a dar as cartas do jogo no segundo tempo, com Sebastián Palacios e Chávez comandando as ações ofensivas, mas sem ameaçar muito a defesa adversária.

O meia uruguaio Lodeiro, ex-Botafogo e Corinthians, que tinha começado no banco de reservas, entrou aos 16 minutos do segundo tempo e mudou a cara do meio-campo do time argentino, melhorando o toque de bola na armação.

Aos 23 minutos, o uruguaio puxou um bom contragolpe, acionou Sabastián Palácios na entrada da área, que se livrou de um marcador e tocou com categoria na saída do goleiro, garantindo os três pontos fora de casa e a liderança do grupo, que também conta com o Zamora, da Venezuela.

Também nesta quarta, mas pelo Grupo 8, o peruano Sporting Cristal foi até Assunção, no Paraguai, enfrentar o Guaraní, no emblemático Defensores del Chaco. O time peruano chegou a abrir 2 a 0, mas viu o Guaraní se recuperar e empatar o resultado. Com isso, o atual campeão argentino Racing é o líder isolado do grupo, após a goleada de 5 a 0, ontem, sobre o Deportivo Táchira (Venezuela).

Já pelo Grupo 6, o mexicano Tigres, do brasileiro Rafael Sóbis, não teve problemas para passar pelo Juan Áurich, do Peru. Jogando em casa, o time do ex-jogador de Fluminense e Internacional derrotou a equipe peruana com sobras, por 3 a 0, com direito a dois gols do equatoriano Guerrón, ex-Cruzeiro e Atlético-PR e campeão da Libertadores em 2008 com a LDU de Quito.

Com três pontos, o time mexicano lidera o Grupo 6, cuja rodada será concluída amanhã, quando o River Plate, da Argentina, visita o San José, da Bolívia, no estádio Jesús Bermúdez, localizado a mais de 3.600 metros de altitude, na cidade de Oruro.