Com “Imperador” no banco, Furacão encara Vélez na Argentina pela Libertadores

  • Por Agencia EFE
  • 24/02/2014 17h44

Buenos Aires, 24 fev (EFE).- Com Adriano “Imperador” no banco de reservas, o Atlético-PR enfrentará o Vélez Sarsfield nesta terça-feira (às 19h45 de Brasília), no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires, em jogo válido pela segunda rodada do Grupo 1 da Taça Libertadores.

Ao contrário da sua campanha no Campeonato Paranaense, no qual o Furacão utiliza o time reserva e ocupa apenas a 10ª posição (são 12 times na disputa), o Rubro-Negro começou sua trajetória na fase de grupos da Libertadores com vitória sobre o The Strongest (BOL) e lidera sua chave com três pontos.

Em relação a este jogo, o técnico espanhol Miguel Ángel Portugal deverá fazer apenas uma mudança no time titular: o zagueiro Cleberson, que se recupera de uma lesão no joelho esquerdo, dará lugar a Dráusio.

Além do defensor, estão cortados da partida o atacante Marcelo, com uma entorse no tornozelo direito, e o meia Zezinho, que cumprirá o segundo dos seus três jogos de suspensão pela expulsão contra o Sporting Cristal no jogo de volta da primeira fase da Libertadores.

Já Adriano, que contra o The Strongest retomou sua carreira profissional, estará mais uma vez no banco de reservas. O ataque titular deve ser formado por Bruno Mosquito, ex-Vasco, e Ederson.

O Vélez, que também venceu seu jogo de estreia na Libertadores contra o Universitário (PER) e é o vice-líder do Grupo 1, perdeu sua invencibilidade na temporada ao ser derrotado por 3 a 2 pelo Lanús no último sábado, pelo Torneio Final do Campeonato Argentino.

O técnico José “Turu” Flores deve repetir a formação utilizada na primeira rodada, já que o meia Héctor Canteros está recuperado de lesão e volta ao time titular no lugar de Jorge Correa.

O meia Leandro Desábato, que atuou como titular contra o Lanús, deve ser sacado para o retorno de Lucas Romero.

None

Prováveis escalações:.

Vélez Sarsfield: Sebastián Sosa; Fabián Cubero, Sebastián Domínguez, Fernando Tobio e Emiliano Papa; Lucas Romero, Agustín Allione, Ariel Cabral e Héctor Canteros; Mauro Zárate e Lucas Pratto. Técnico: Turu Flores.

Atlético-PR: Weverton; Sueliton, Manoel, Dráusio e Natanael; Deivid, João Paulo, Paulinho Dias e Fran Mérida; Mosquito e Ederson. Treinador: Miguel Ángel Portugal.

Árbitro: Roberto Silvera (URU), auxiliado pelos compatriotas Mauricio Espinosa e Miguel Nievas.

Estádio: José Amalfitani, em Buenos Aires (ARG). EFE