Com Ponte invicta no Brasileirão, Guto Ferreira diz não ter propostas para sair

  • Por Jovem Pan
  • 07/06/2015 14h25
Guto Ferreira

O técnico Guto Ferreira e a Ponte Preta vivem um grande momento juntos. Em seis rodadas, foram três vitórias e três empates – o último deles no sábado (7) contra o Santos na Vila Belmiro. O sucesso faz com que apareçam propostas para tirar os destaques da equipe – inclusive o treinador, que diz não ter propostas oficiais.

“ Convite oficial, até agora, não houve. Só o que vocês dizem por aí, o que os companheiros de trabalho de vocês falam na imprensa é o que chega a mim também. Estou trabalhando, honrando meu contrato, e não é qualquer projeto que me tira da Ponte”, garantiu Guto.

Entretanto, em relação à saída de jogadores, ele admite que pode perder peças. “Não tenho como não temer (a perda), até porque questões contratuais e pessoais cada um administra a sua condição. Não tem como impedir. A nós cabe sempre trabalhar com o todo, buscando sempre ter um plano B”, disse o técnico, que tem seu meia Renato Cajá, principal jogador do time, especulado em equipes como Cruzeiro e Santos.

Guto Ferreira credita o bom começo no Campeonato Brasileiro, no qual a Ponte Preta é a terceira colocada, à experiência do elenco. “Conseguimos formar um grupo bastante maduro, com algumas lideranças importantes, e são jogadores que se cobram muito, que sabem que esse espaço que a Ponte está oferecendo é muito importante. O resultado advém de muito trabalho, muita entrega, muito foco e acreditar que você pode”, analisou.

Depois de jogar quatro jogos fora de casa e apenas um em seu estádio, o time de Campinas enfrenta o Goiás no Moisés Lucarelli na próxima rodada. Dependendo dos resultados de Atlético-PR e São Paulo, a Macaca, que subiu da Série B em 2014, pode chegar à liderança do Brasileirão.