Com presença de Obama, Chicago bate Cleveland na abertura da NBA

  • Por Agência EFE
  • 28/10/2015 08h06
Com Obama no ginásio

 O Chicago Bulls contou com a presença ilustre do presidente Barack Obama, um torcedor declarado da franquia de Illinois, para estrear com o pé direito nesta terça-feira (27) e superar em casa, no United Center, o atual vice-campeão da NBA, Cleveland Cavaliers, por 97 a 95, na abertura da atual temporada.

Obama esteve hoje em Chicago para discursar em um encontro nacional de policiais e para arrecadar dinheiro para seu partido. O presidente também aproveitou para acompanhar a estreia de sua equipe na temporada 2015/2016 e mostrou ser pé quente ao testemunhar a vitória dos Bulls sobre o atual campeão da Conferência Leste.

Nikola Mirotic, com 19 pontos e nove rebotes, foi o destaque do time anfitrião ao lado dos armadores Derrick Rose, com 18 pontos e cinco assistências, e Jimmy Butler, com 17 pontos e cinco rebotes.

O brasileiro Cristiano Felício, que integra o elenco dos Bulls nesta temporada, não participou do jogo e sequer esteve relacionado entre os reservas.

Já o Cleveland contou com a volta de Anderson Varejão, que perdeu a reta final do campeonato na temporada passada por causa de uma lesão, mas o pivô brasileiro ficou pouco tempo em quadra, em torno de 11 minutos, com dois pontos e dois rebotes.

O principal nome dos Cavs foi o astro LeBron James, cestinha da partida com um double-double de 25 pontos e dez rebotes, além de cinco assistências. O armador Mo Williams, que retornou nesta temporada para o time de Ohio, foi o segundo maior anotador da equipe, com 19 pontos, sete assistências e quatro rebotes, seguido por Kevin Love, com 18 pontos, oito rebotes e quatro assistências.

As duas equipes voltam a jogar nesta quarta-feira. O Chicago vai a Nova York encarar o Brooklyn Nets, enquanto o Cleveland visita o Memphis Grizzlies no Tennessee.

Na outra partida disputada no mesmo horário, o Atlanta Hawks, que conta com o brasileiro Tiago Splitter, acabou sendo derrotado em casa pelo Detroit Pistons, por 106 a 94.

Splitter, que trocou nesta temporada o San Antonio Spurs pelo time de Atlanta, começou no banco e teve atuação discreta nos pouco mais de 16 minutos em que esteve em quadra. O pivô brasileiro terminou a partida com apenas quatro pontos e quatro rebotes.

Já os Pistons surpreenderam o time que teve a melhor marca da última temporada regular na Conferência Leste com uma grande atuação coletiva, com seus cinco titulares pontuando na casa dos dois dígitos.

Kentavious Caldwell-Pope foi o cestinha do Detroit com 21 pontos e quatro rebotes, seguido por Andre Drummond, com um double-double de 18 pontos e 19 rebotes, e Marcus Morris, também com um double-double (18 pontos e dez rebotes). Ersan Ilyasova, com 16 pontos, e Reggie Jackson, com 15, completaram a lista de jogadores com pontuação de dois dígitos.

Pelos Hawks, os destaques foram o reserva alemão Dennis Schröder, com 20 pontos, o ala Paul Millsap (19 pontos e oito rebotes) e o armador Jeff Teague, com 18 pontos e quatro assistências.

Os Pistons voltam à quadra amanhã, em Detroit, contra o Utah Jazz. Já o Atlanta tentará a reabilitação na quinta-feira em Nova York, contra os Knicks de Carmelo Anthony.