Com problema no tornozelo, Alexis Sánchez é dúvida para estreia do Chile

  • Por Estadão Conteúdo
  • 17/06/2017 15h49 - Atualizado em 29/06/2017 00h39

Sanchez torceu o tornozelo no treino da última quinta-feira

EFE Sanchez torceu o tornozelo no treino da última quinta-feira

A seleção chilena pode entrar em campo para encarar Camarões, na estreia da Copa das Confederações, desfalcada de um de seus principais jogadores. O atacante Alexis Sánchez, do Arsenal, está com um problema no tornozelo e pode ficar de fora da partida que acontecerá neste domingo, em Moscou, às 15 horas (de Brasília).

Sánchez sofreu a lesão no treino da última quinta-feira, quando torceu o tornozelo esquerdo. Desde então, desfalcou os treinos do Chile na sexta e no sábado e faz trabalho intensivo de recuperação para estar à disposição neste domingo. Resta saber se será o suficiente.

“Vamos esperar até amanhã para decidir o que é melhor para a equipe, o que é melhor para ele, tendo em conta que é a primeira partida do campeonato”, avisou neste sábado o técnico Juan Antonio Pizzi, admitindo a possibilidade de poupar o jogador para o restante da competição.

Pizzi ressaltou que um possível desfalque de Sánchez para a segunda partida da Copa das Confederações poderia ser desastroso. Afinal, a equipe terá pela frente confronto teoricamente bem mais difícil do que neste domingo, já que enfrenta a Alemanha na quinta-feira, em Kazan.

“Os resultados dos exames são, levando em consideração o que é a lesão, favoráveis. Somos otimistas quanto às imagens que vimos, mas compreendemos e entendemos que o jogador ainda sente dor, e, por isso, vamos esperar até amanhã para avaliar sua participação”, comentou Pizzi.

Sánchez é o principal nome do ataque chileno. Se não puder atuar, deverá ser substituído por Martín Rodríguez ou Edson Puch A seleção já não poderá contar com o goleiro Claudio Bravo, que tem uma lesão na panturrilha esquerda e dará lugar a Johnny Herrera.