Comentarista pede provas de manipulação e aponta: nunca vi entregar jogo no tênis

  • Por Jovem Pan
  • 18/01/2016 11h39
Na estreia do Australian Open

A semana se iniciou com a abertura do primeiro Grand Slam do mundo do tênis, o Aberto da Austrália, e junto da primeira grande competição do ano estourou uma bomba levantando suspeitas sobre a elite do esporte. As denúncias da BBC e do Buzzfeed que afirmam ter documentos que provam a manipulação de jogos de tênis pegou a todos de surpresa, mas para o ex-tenista e hoje comentarista Dácio Campos, dificilmente serão comprovadas.

Dácio participou do programa Morning Show da rádio Jovem Pan, na manhã desta segunda (18), e destacou que, com sua experiência no esporte, nunca viu um jogador ter atitude que denuncie a entrega de um jogo e pediu que a BBC publique os supostos documentos que comprovem o esquema de manipulação.

“Faz 20 anos que sou comentarista no Sportv, canal com maior propriedade de tênis no Brasil, faço 260 jogos por ano ao vivo. Nos mais de 7 mil jogos que vi, jamais vi tenista fazer corpo mole. No profissional, posso garantir que nunca vi alguém que parecesse entregar o jogo. É muito difícil entregar o jogo sem que alguém que jogue tênis há 45 anos perceba”, declarou o ex-tenista brasileiro.

“Pelo que vi na notícia, a BBC e o outro site dizem ter documentos que provam e mostram essas irregularidades. Trabalho em TV há 20 anos e aprendi que temos na mão um monstro que pode destruir a vida das pessoas. Então quem trabalha nos meios de comunicação não pode dizer que tem um papel, tem que mostrar o papel. Mostra o papel e diz que quem fez foi o A, o B e o C”, afirmou Dácio.

O comentarista do Sportv ainda destacou que no meio de tantos atletas, pode existir profissionais que tenham cometido irregularidades, mas, mais uma vez, pediu que as provas sejam apresentadas.

“Como o tênis é composto por ser humano, deve ter uma meia dúzia que faça pipi fora do penico. Mas só falar que tem os papeis? Então mostrem os papéis”, disse. “Eu gosto de ver o papel na minha mão: ‘tá aqui, o Davidenko pegou dinheiro’”, completou.