Comercial de técnico do México com papagaio gera polêmica e é tirado do ar

  • Por Agencia EFE
  • 28/03/2014 19h44

Cidade do México, 28 mar (EFE).- Um comercial de rádio e televisão no qual o técnico da seleção do México, Miguel Herrera, é assessorado em uma partida por um papagaio que insulta o árbitro, foi suspenso no país após intervenção de um órgão oficial de proteção ao meio ambiente.

A campanha publicitária, promovida por uma empresa de classificados na internet, chama a atenção pela presença de um papagaio-diadema (amazona autumnalis), espécie cuja venda é proibida no México.

O comercial, no qual a ave profere insultos e termina sendo vendida por seus donos ao técnico Herrera, que a deixa no ombro enquanto fica à beira do campo nas partidas da seleção, provocou diversas reclamações e fez com que a Procuradoria Federal de Proteção ao Meio Ambiente abrisse uma investigação que culminou com a retirada do anúncio do ar.

Herrera, que vai dirigir o México na Copa do Mundo – e será um dos adversários do Brasil na primeira fase -, se defendeu das críticas ao afirmar que não estava “fazendo nada ilícito”. EFE